Jornada 6×1 é desumana; petição pública reúne assinaturas pelo fim dessa escala

Quem trabalha em supermercado, padaria, farmácia, transporte e outros comércios e serviços não tem direito a dois dias de folga para descansar e ter momentos de lazer, cultura, esportes, curtir a família, cuidar da vida


Por Ana Paulo Brito, via Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) | Do Rio de Janeiro (RJ)

(…) É preciso também dar um fim na jornada 6×1 que impacta a vida dos trabalhadores e trabalhadoras comerciários, farmacêuticos e do setor de serviços como um todo.

São trabalhadores e trabalhadoras que recebem salários baixos e tem apenas um dia na semana para seu lazer e para cuidar da casa, conviver com seus filhos e, se sobrar tempo, descansar.

Essa situação levou ao surgimento do movimento espontâneo em defesa fim da jornada 6×1, ao qual as centrais sindicais precisam somar forças.

O fim da escala 6×1 não pode representar a adoção de uma jornada 5×2 com cargas horárias de 10h ou mais por dia para trabalhadores e trabalhadoras. Ele precisa vir para melhorar a vida das pessoas, reduzindo a jornada de trabalho total, sem redução de salários, para gerar mais emprego e se converter também em elevação da qualidade de vida para a classe trabalhadora.

Precisamos dar um fim a toda lógica de trabalho que não garante para os trabalhadores e trabalhadoras tempo de descanso, estudo e convívio social.

Não podemos compactuar com uma lógica onde a atividade laboral ocupa quase toda vida do ser humano, deixando pouco tempo para convivência familiar, para cuidados com a saúde e para atividades de cultura e lazer.

Não queremos viver apenas para trabalhar!

O fim da jornada 6×1 é um passo importante para construção de uma sociedade mais justa e digna para trabalhadores e trabalhadoras, mas não pode vir só.

É preciso que ele não represente um aumento de jornada para os trabalhadores e também não reduza salários.

Somente com o fim da jornada 6×1, sem aumento de jornada diária e sem redução salarial avançaremos na melhoria das condições para os trabalhadores e trabalhadoras.


Imagem em destaque: Ana Paula Brito, comerciária, secretária de Comunicação e Imprensa da CTB Rio de Janeiro. Foto: divulgação CTB




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Um comentário sobre "Jornada 6×1 é desumana; petição pública reúne assinaturas pelo fim dessa escala"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 7 =