Dez anos sem Plínio de Arruda Sampaio

Ele partiu no mesmo dia do trágico 7 a 1 da seleção brasileira; sua luta pela reforma agrária está entre os maiores legados ao Brasil e ao mundo. Veja homenagem do padre Júlio Lancellotti


Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

O 8 de julho de 2014, dia em que o Brasil sofria pelos 7 a 1 que levava da Alemanha na Copa do Mundo disputada aqui, era marcado também por outra perda: a morte de Plínio de Arruda Sampaio (1930-2014).

Agora em 2024 são, portanto, dez anos sem Plínio.

Plínio de Arruda Sampaio foi promotor público e político.

Incansável lutador por justiça social, destacou-se principalmente pela defesa da reforma agrária.

AO LADO DE JANGO

Eleito deputado federal pela primeira vez em 1962, pelo então Partido Democrata Cristão (PDC), na Câmara dos Deputados foi o relator do projeto de reforma agrária do governo trabalhista de João Goulart (1961-1964), o Jango.

O projeto atiçou a ira dos latifundiários e, assim que se deflagrou o golpe que derrubou Jango em 1964, Plínio de Arruda Sampaio esteve entre os principais alvos da ditadura.

NA ONU

Ainda na luta pela reforma agrária, dedicou-se ao tema atuando na Organização para Agricultura e Alimentação das Nações Unidas (FAO/ONU) e na Associação Brasileira de Reforma Agrária (Abra) – é, inclusive, presidente de honra dessa instituição.

Também sempre esteve ao lado do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Com a redemocratização, voltou a exercer cargo eletivo (deputado federal, pelo PT, nas legislaturas de 1985-1986; depois 1987-1991).

CANDIDATO À PRESIDÊNCIA EM 2010

Fundou em 1996 o jornal Correio da Cidadania. Em 2006, deixou o PT para ingressar o Psol. Por esse partido, foi candidato à Presidência da República em 2010, protagonizando grandes momentos nos debates.

Foi ele quem alcunhou a expressão “bolsa banqueiro”, para se referir à política macroeconômica pós Plano Real (e até hoje vigente) que impõe à nação taxa de juros exorbitantes (ver vídeo abaixo).

Neste último domingo, 7 de julho de 2024, a missão semanal celebrada pelo padre Júlio Lancellotti na Paróquia São Miguel Arcanjo, no bairro da Moóca, em São Paulo, homenageou a memória de Plínio de Arruda Sampaio.

Você pode conhecer um pouco mais da trajetória do político por meio destes links que recomendamos:

Portal da Câmara dos Deputados
Portal Vermelho
Portal Esquerda Net
Revista CartaCapital
MST


Imagem em destaque: Plínio de Arruda Sampaio em palestra em Curitiba em 2007, a convite do governador do Paraná à época, Roberto Requião. Foto: Arquivo/ Agência Estadual de Notícias




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 6 =