As discussões do G20 agora também em guarani

Parceria entre o setor de comunicação do grupo de países e a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) viabiliza a tradução de notícias e informações para serem acessíveis aos povos indígenas


Da Comunicação do G20, via Agência Gov | De Dourados (MS)

A comunicação do G20 (grupo dos 20 países com maior economia do mundo) e a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no Mato Grosso do Sul, celebraram uma parceria para a produção de boletins de rádio na língua guarani.

O conteúdo produzido será traduzido para a língua indígena e distribuído para emissoras de rádio em todo o Brasil por meio da Rede Nacional de Rádio, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

O reitor da universidade, professor Jones Dari, avalia que tanto o G20 quanto os indígenas ganham muito com a parceria.

Ele diz que o fórum torna-se mais democrático e participativo ao incluir os povos originários em seu contexto.

“A participação indígena é também fazer o seu mundo reverberar no mundo inteiro. Porque a língua é a expressão de uma coletividade, é a expressão de um mundo que se faz histórica e geograficamente”, explica.

TRADUÇÃO DE CONTEÚDO JORNALÍSTICO

A professora Rossandra Cabreira, da etnia Guarani-Kaiowá, leciona há dez anos na escola da aldeia Jaguapiru em Mato Grosso do Sul.

Ela é uma das tradutoras do conteúdo jornalístico. Rossandra conta que foi com entusiasmo que aceitou ser tradutora, porque a iniciativa valoriza a sua língua materna.

“Para mim, é uma honra poder participar desse projeto do G20. É um motivo de muita alegria, é uma valorização também. É um ato de fortalecimento da língua indígena guarani”, destaca.

VISIBILIDADE ÀS LÍNGUAS INDÍGENAS

O coordenador do projeto, professor Andérbio Márcio Silva, afirma que o desenvolvimento da iniciativa começou com a ideia de dar visibilidade às línguas indígenas brasileiras.

“É uma maneira de valorizarmos essas línguas, o seu uso e, ao mesmo tempo, estamos contribuindo para o desenvolvimento de habilidades linguísticas e comunicativas dos indígenas que estão envolvidos no projeto”, conta.

A produção de conteúdo em áudio visa proporcionar às emissoras e à população informações públicas e acessíveis sobre o G20, um fórum de cooperação internacional composto pelas principais economias do mundo, presidido pelo Brasil em 2024.

As emissoras do Brasil e do mundo podem acessar e baixar os áudios em português, inglês, espanhol, e agora em guarani, nos sites da Rede Nacional de Rádio e do G20.


Imagem em destaque: estudantes indígenas da UFGD. Foto: divulgação UFGD




CONTAMOS COM VOCÊ!
Para nos mantermos e continuarmos a produzir conteúdo útil.
Você pode nos ajudar. Você pode:
> Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
> Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
> Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 2 =