Há 13 anos, sertão de Alagoas é outro com campus da universidade federal

Interiorização da Ufal, iniciada em 2010, democratizou o acesso ao ensino superior e difundiu conhecimento e pesquisa


Por Simoneide Araújo, da Ufal | De Delmiro Gouveia (AL)

A interiorização da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) vem mudando a vida de muitos jovens, à medida que proporciona a realização do sonho que muitos têm de cursar o ensino superior gratuito.

Há 13 anos nascia o Campus do Sertão e, com ele, a esperança de dias melhores para quem mora em Delmiro Gouveia e toda a região sertaneja e não tinha condições de estudar na capital ou em Arapiraca.

O aniversário do Campus do Sertão da Ufal foi em 15 de março (data da inauguração, em 2010), celebrado com programação especial.

CONQUISTA

A Ufal no Sertão foi uma conquista que trouxe transformação social pela educação superior, mais oportunidades de postos de trabalho e de desenvolvimento do estado graças à formação de bons profissionais.

Além da sede em Delmiro Gouveia, onde funcionam seis cursos de graduação (Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Geografia Licenciatura, História licenciatura, Letras licenciatura e Pedagogia licenciatura), o campus também conta com a Unidade Educacional de Santana do Ipanema, que oferece dois cursos superiores (em Ciências Contábeis e Ciências Econômicas).

MOTOR DO DESENVOLVIMENTO

O reitor Josealdo Tonholo destaca o papel da instituição, para o sertão alagoano. “A Ufal, sem sombra de dúvidas, é o maior vetor desenvolvimento do nosso estado”, afirma.

“Isso”, continua ele, “representa muitas conquistas para quem sonha em ter um curso superior, em ter mais oportunidade de trabalho digno”.

Para o reitor, “celebrar os 13 anos do Campus do Sertão é celebrar a mudança de vida de muitas famílias que tiveram e têm seus filhos na universidade. Acredito que a educação transforma vidas e é o que estamos proporcionando aos milhares de jovens e adultos que passaram e ainda fazem parte da família do Campus do Sertão”.

REITORA, À ÉPOCA

O atual mandatário lembra do esforço da reitora à época, Ana Dayse Rezende Dorea, atualmente reitora honorária.

“O sonho de ter a Ufal em vários cantos de Alagoas só foi possível de ser realizado graças a coragem da nossa reitora Ana Dayse”, pontua. “Ela conseguiu vencer barreiras e conquistou o apoio de vários integrantes da comunidade universitária”.

Para Tonholo, “Ana Dayse enxergou longe e, hoje, temos a Ufal instalada em oito cidades. Isso é muito significativo e está transformando vidas e mudando o cenário de Alagoas no que diz respeito à formação de profissionais e ao desenvolvimento de pesquisa e extensão também no interior do estado. Temos pesquisadores atuando em cada canto desse nosso estado!”

EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO

O Campus do Sertão é fruto do projeto de interiorização da Ufal, comandado pela então reitora Ana Dayse Rezende Dorea, durante processo de expansão das universidades federais conduzido pelo governo federal, na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a partir de 2003.

Era o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). Foi um processo difícil para a Ufal, mas a professora Ana Dayse aceitou o desafio e conseguiu que sua universidade chegasse a mais seis municípios alagoanos, além de Maceió e Rio Largo.

A reitoria honorária se recorda de passagens daquele processo: “Quando falo na expansão da Ufal, principalmente na sua interiorização, isso me faz voltar ao ano de 2004 quando elaboramos o projeto de expansão da universidade”.

Ela continua: “Levamos para o ministro da Educação, à época, Tarso Genro, e ele perguntava se a gente estava ciente do que estava sendo proposto pelo MEC, que era a expansão com a interiorização das universidades. Foi algo que calhou muito bem com a proposta do governo federal. Ele recebeu nosso projeto, avaliou e gostou do que estava posto por nós. Logo depois, o projeto de expansão das universidades federais foi levado à Andifes [Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior]. Nós abraçamos a causa e começamos nosso processo interno para aprovação da interiorização”.

“TENTARIA FAZER MUITO MAIS”

Perguntada se teria coragem de fazer tudo de novo, de pronto Ana Dayse respondeu: “Sim, eu faria tudo de novo e tentaria fazer muito mais”.

Por quê? “Porque o processo de interiorização da Ufal, na minha opinião, é um dos maiores vetores de desenvolvimento do estado. Porque muda a qualidade de vida das pessoas. Porque a oportunidade dada a jovens, adultos jovens e adultos de terem uma formação em curso superior, uma profissão já é uma coisa importantíssima na vida de cada um, mas a presença da Universidade em um cidade do interior significa dizer desenvolvimento social e econômico, crescimento, mais cultura. Enfim, é o desenvolvimento que chega para ficar”, reafirma.

BRILHO NOS OLHOS

A reitora honorária observa que, ao participar de solenidades de formatura, com a entrega dos diplomas aos graduados, via o brilho nos olhos das pessoas e sentia a gratificação de dever cumprido.

“Como fiquei dois mandatos à frente da Ufal, tive a oportunidade de fazer várias colações de grau e via a expressão no rosto de alunos e alunas, do pai e da mãe que os acompanhavam no momento de conferir o grau é uma imagem que não apaga da mente. Essa imagem estará sempre em minha memória: a gratidão pelo filho e pela filha formados é algo assim impressionante”, assinala.


Imagem em destaque: Campus do Sertão da Ufal. Foto: divulgação Ufal




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 1 =