Lagarto, Sergipe. Maputo, Moçambique. Pelo ensino, a aproximação

Encontro reúne trabalhos de estudantes fruto de uma parceria entre a universidade federal sergipana e universidade da capital do país africano


Por Ana Laura Farias, da UFS | De Lagarto (SE)

Uma parceria entre a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a Universidade Pedagógica de Maputo, capital de Moçambique, acaba de completar um ano e um evento reuniu trabalhos frutos dessa união.

Foi o Encontro Internacional de Terapia Ocupacional, edição Brasil-Moçambique, realizado no campus de Lagarto da UFS, em 9 de novembro último.

Os trabalhos, artesanais, foram inspirados na obra da psiquiatra alagoana Nise da Silveira (1905-1999), que revolucionou o tratamento da saúde mental, ao humanizar os procedimentos por meio da  arte.

A autoria é de estudantes da universidade sergipana que cursaram a disciplina Habilidades Profissionais, ministrada pela professora Rita Barcellos, uma das responsáveis pela parceria.

Do lado de lá do Atlântico, de forma remota participaram estudantes e docentes da instituição moçambicana.

A PARCERIA

A parceria se iniciou em 2021.

Envolve o professor Vicente Tembe, da Universidade Pedagógica de Maputo, em ação da Liga Acadêmica de Saúde Mental, Inclusão e Cidadania da População Quilombola e outras Comunidades Tradicionais; e a professora Rita Barcellos, da UFS, da mencionada disciplina Habilidades Profissionais.

DIÁLOGO

A professora Rita Barcelos também realizou a licença capacitação em Maputo, e consolidou a parceria também com o Instituto de Ciências da Saúde, da capital moçambicana.

“Foi com o diálogo com o professor Vicente que surgiu a ideia da capacitação em Maputo”, afirma a docente.

Rita Barcellos continua: “Lá, conheci uma terapeuta ocupacional brasileira, a professora Marina Pastore, radicada há dez anos em Maputo. A partir disso, fui convidada para fazer uma vivência também com telas e argila, como fizemos aqui, inspirada na obra da terapêutica ocupacional da doutora Nise da Silveira”.

PALAVRA DE ESTUDANTE

Estudante de Terapia Ocupacional do terceiro ciclo Igor Mota considera que o encontro refletiu a dinâmica do campus Lagarto.

“É impressionante como aqui uma coisa acaba puxando a outra. Foi graças a uma articulação feita pela nossa professora que nós conseguimos esse diálogo e eu considero isso muito legal”, avalia.

SEMELHANÇAS ENTRE BRASIL E MOÇAMBIQUE

Já o discente Benedito Manoel, do terceiro ano do curso de Terapia Ocupacional em Maputo, considera que há muitas semelhanças entre os cursos no Brasil e em Moçambique.

“Nós também aprendemos no começo cadeiras fundamentais, voltadas ao funcionamento do organismo e depois vamos às questões éticas e fundamentos da profissão. Muita coisa nos une, pois no Brasil ou em Moçambique, somos todos terapeutas ocupacionais”, analisa.


Imagem em destaque: alguns dos trabalhos apresentados. Foto: Ana Laura Farias/UFS




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 3 =