Filmes latino-americanos na capital e música negra no litoral

Santos Jazz e Festival de Cinema em São Paulo reúnem ampla programação de música e audiovisual, quase tudo gratuito, no pé e no alto da Serra do Mar

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

Em uma distância de, em média, 70 quilômetros, dois grandes eventos neste fim de julho no pé e no alto da Serra do Mar em São Paulo oferecem dezenas de atividades culturais gratuitas.

Entre esta quarta, dia 24, e por uma semana, até dia 31, ocorre no Memorial da América Latina, na capital, o 18º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo.

Serão exibidos 148 títulos, de 16 diferentes países da América Latina e do Caribe.

Além da exibição de filmes, a programação inclui debates, encontros, oficinas e sessões especiais. Quase tudo tem entrada gratuita; as atividades com ingresso têm preços acessíveis.

A 18ª edição do Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo homenageia as cineastas Tata Amaral e Cláudia Priscilla; a atriz Léa Garcia e o ator chileno Patrício Contreras. “O Festival vai exibir os mais marcantes trabalhos de suas carreiras”, ressalta a assessoria de comunicação do Memorial da América Latina.

SANTOS JAZZ FESTIVAL

A fusão de ritmos negros como o jazz tradicional, soul, hip hop, blues e rap será celebrada no Santos Jazz Festival, que em 2019 chega à oitava edição.

O evento vai de quinta, dia 25, a domingo, dia 28 (domingo), com 20 shows gratuitos.

A maior parte da programação se concentra nos Arcos do Valongo, Centro Histórico, mas tem atividades também no Sesc (Aparecida, bairro da orla) e Shopping Pátio Iporanga (Gonzaga, também bairro da orla).

A abertura terá show em tributo a Nina Simone, com a cantora  norteamericana Alma Thomas (foto) e a brasileira Ellen Oléria. Funk como Le Gusta, Xênia França, Sandra de Sá, Nuno Mindelis, entre outros nomes, também se apresentam.

Há ainda oficinas de música.

Quem quiser aproveitar as atrações dos dois eventos, as opções de deslocamento entre São Paulo e Santos são relativamente rápidas, em condições normais. Do Memorial da América Latina, a dica é tomar o metrô (Estação Barra Funda, ao lado do Memorial) até a Estação Jabaquara (via transferência, gratuita, na Estação Sé), onde está o Terminal Rodoviário Jabaquara. Desse terminal, saem ônibus em intervalos de 10 a 15 minutos para a Rodoviária de Santos, que fica a quatro quadras dos Arcos do Valongo.

Imagem em destaque: Xênia França, um dos destaques do Santos Jazz Festival. Foto: Divulgação


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 1 =