Mais categorias confirmam adesão à greve geral

Paralisação é contra a reforma da Previdência; há atos marcados em centenas de cidades – confira aqui agenda por Estado

Do Brasil de Fato | De São Paulo (SP)

Bancários, professores, metalúrgicos, trabalhadores da educação, estudantes e docentes de universidades federais e estaduais; trabalhadores da saúde, de água e esgoto, dos Correios, da Justiça Federal, químicos e rurais, portuários, agricultores familiares, motoristas, cobradores, caminhoneiros, eletricitários, urbanitários, vigilantes, servidores públicos estaduais e federais, petroleiros, enfermeiros, metroviários, motoristas de ônibus, previdenciários e moradores de ocupações por todo o Brasil.

O que toda essa gente tem em comum?

O fato de que decidiram, em assembleia e como categoria, cruzar os braços e se juntar aos atos desta sexta-feira, 14 de junho, na greve geral contra a reforma da Previdência, contra os cortes na educação e por mais empregos.

As paralisações, convocadas pelas centrais CUT, CTB, Conlutas, Força Sindical e Intersindical, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Como não haverá transporte público em cidades como São Paulo (SP), Porto Alegre (SP), Recife (PE), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Brasília (DF), a paralisação se estenderá a milhões de trabalhadores que não aderiram à greve.

Vários estabelecimentos na região central dessas capitais confirmaram que não abrirão as portas na sexta porque, ao que tudo indica, as ruas estarão vazias.

Quem não puder paralisar, pode se somar à luta comparecendo, em algum momento, em um dos atos marcados para centenas de cidades em todo o Brasil.

CONFIRA A AGENDA DE ATOS DA GREVE GERAL DE 14 DE JUNHO, POR ESTADO:
Acre | Alagoas | Amapá | Amazonas | Bahia | Brasília | Ceará | Espírito Santo| Goiás | Mato Grosso | Mato Grosso do Sul | Minas Gerais | Pará | Paraíba | Pernambuco | Piauí | Rio de Janeiro | Rio Grande do Norte | Rio Grande do Sul | Rondônia | Roraima | Santa Catarina | São Paulo | Sergipe | Tocantins

Imagem em destaque: arte de divulgação da greve geral contra a reforma da Previdência


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 3 =