Cine Brasília conserva o Brasil do modernismo conectando-se ao contemporâneo

Icônica sala cinematográfica foi entregue em 22 de abril de 1960, um dia depois da inauguração da nova capital federal; marcas daqueles tempos estão na arquitetura e letreiros


Por Wagner de Alcântara Aragão, especial para a Revista Intertelas | De Brasília (DF)

Em 22 de abril de 1960, um dia depois da inauguração de Brasília, foi entregue também na capital federal um espaço que logo se colocou como uma das mais importantes salas de exibição e difusão do audiovisual no Brasil, o Cine Brasília.

Passadas mais de seis décadas, e o lugar conserva os ares do modernismo da época, sem deixar de estar conectado às demandas contemporâneas.

As marcas daqueles tempos de cinelândias pelas cidades brasileiras estão no letreiro, à entrada, anunciando os filmes em cartaz.

Estão também na sala de projeção – gigante para os padrões atuais (são mais de 600 assentos), contudo do tamanho dos cinemas de então.

As poltronas do saguão de espera são de desenho e revestimento típicos dos móveis de mais de meio século atrás.

VIAGEM NO TEMPO

Chegar, entrar e usufruir o recinto é um visitar ao Brasil daquela cidade símbolo do desenvolvimentismo de Juscelino Kubitschek, emergida das plantas de Lúcio Costa e das pranchetas de Oscar Niemeyer.

Mas frequentar o Cine Brasília é, igualmente, estar no Brasil deste 2023 de reconstrução.

De reconstrução do audiovisual nacional, inclusive.

Estivemos no espaço na primeira quinzena de novembro.

Na programação, dois recentes lançamentos do cinema brasileiro – ‘Meu nome é Gal’ e ‘Tia Verônica’ – e um estrangeiro, ‘Os delinquentes’.

Acompanhamos ‘Tia Verônica’ (imperdível!; outra hora escreveremos sobre), e, grata surpresa, a sessão começou com a exibição de um curta-metragem, também brasileiro: ‘Você’, obra com forte roteiro e atuação intensa do elenco.

A casa não estava cheia – até porque, como dissemos, o Cine Brasília é dum tamanho difícil de lotar hoje em dia.

O número de espectadores não era, porém, nem abaixo nem acima do que costumamos ver em salas do circuito alternativo. Tinha gente das mais variadas faixas etárias, pessoas reunidas em amigos, em família, gente sozinha também.

CINEMA PÚBLICO, INGRESSO MAIS BARATO QUE O DE MERCADO

E, fundamental: o Cine Brasília se mostra conectado à realidade, embora nos leve a viajar pelo tempo e espaço, ao cobrar ingresso acessível, se comparado ao das salas comerciais: R$ 10 a meia-entrada, R$ 20 a inteira. Importante também: há transporte público na porta, como estação de metrô (106 Sul) e diversas linhas de ônibus.

O Cine Brasília é um cinema público (sob responsabilidade do governo distrital), com curadoria e gestão de uma organização da sociedade civil, desde o ano passado (Box Cultural).

Se você mora no Distrito Federal, aproveite ao máximo esse espaço. Se você não vive por lá, considere visitar a nossa capital e, no roteiro de passeios, vale demais incluir o Cine Brasília.

Para saber mais da história e acompanhar a programação do lugar, acesse cinebrasilia.com.

  • > Prefira o transporte público para os deslocamentos. Estação de metrô 106 Sul Cine Brasília serve o local.


Imagem em destaque: entrada do Cine Brasília na primeira quinzena de novembro. Foto: @waasantista




CONTAMOS COM VOCÊ!
Para nos mantermos e continuarmos a produzir conteúdo útil.
Você pode nos ajudar. Você pode:
> Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
> Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
> Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 4 =