Simpósio Nacional do Samba une arte e ciência

Evento, que nasceu em 1966, foi interrompido em 1982 e retomado 40 anos depois, tem encontro em Santos nos quilombos do Jabaquara e Pai Felipe, festa nas escolas de samba e trabalhos acadêmicos na Unifesp


Por Wagner de Alcântara Aragão, especial para o Portal Vermelho | De São Paulo (SP)


O Dia Nacional do Samba, 2 de dezembro, será celebrado com uma programação que vai unir manifestações artísticas e discussões à luz de pesquisas acadêmicas e científicas.

Trata-se da programação do VII Simpósio Nacional do Samba, que será realizado em diversos espaços na cidade de Santos, reunindo nomes ligados à área, de várias partes do país.

Gratuito e aberto ao público em geral, o VII Simpósio Nacional do Samba ocorre de 1º a 9 de dezembro (confira programação ao final desta matéria).

Entre as personalidades confirmadas estão Nei Lopes, Moacyr Luz, Douglas Germano, integrantes do tradicional Samba de Terreiro de Mauá, da Grande São Paulo, e representantes do Jongo da Serrinha, do Rio de Janeiro.

Ainda, componentes de baterias e Velhas Guardas das escolas e rodas de samba do litoral paulista.

QUILOMBOS

Destaque também para atividades que vão ocorrer em locais onde existiram dois dos mais emblemáticos quilombos da história do Brasil, o Quilombo do Jabaquara e o Quilombo do Pai Felipe, o Rei Batuqueiro.

Os dois quilombos se situavam, respectivamente, no pé dos morros do São Bento e do Monte Serrat, na área insular de Santos.

Historicamente, nesses pontos são realizadas ações de Consciência Negra e a Alvorada do Samba, quando a cada 2 de dezembro uma batucada ao amanhecer comemora a data. Neste ano, será a 60ª edição da ‘Alvorada’.

PESQUISAS

A programação acadêmico-científica do VII Simpósio Nacional do Samba ficou a cargo do campus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Santos.

De acordo com a instituição, serão cinco mesas temáticas de debates e cinco sessões de apresentações de pesquisas.

A construção de biografias, a representatividade social do samba, o desafio da ocupação de espaços públicos, a relação do samba com as periferias urbanas estão entre os temas dos mais de 30 trabalhos inscritos.

A RETOMADA DO SIMPÓSIO

O Simpósio Nacional do Samba foi idealizado nos anos 1960 pelos sambistas e pesquisadores  Olao Rodrigues e J. Muniz Jr., de Santos. A primeira edição ocorreu em 1966, em Santos mesmo.

Depois, tinham sido outras cinco, sendo a quinta em 1982, em São Paulo. Por quatro décadas, porém, o evento deixou de ser promovido, sendo resgatado em 2022, pela comunidade do samba santista.

E a retomada do Simpósio Nacional do Samba foi um sucesso. Com a participação da cantora Leci Brandão (também deputada estadual de São Paulo, pelo PCdoB) e da Velha Guarda da Portela, entre outras atrações, o evento mobilizou grande público. E, melhor, consolidou a decisão de repeti-lo em 2023, e não deixá-lo mais ser interrompido.

Por isso, a expectativa é grande para a edição de 2023.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

VII Simpósio Nacional do Samba
1º a 9 de dezembro | Santos (SP)
Gratuito

1º de dezembro (sexta-feira)

19h – Mesa de Abertura
Local: Quadra da União Imperial
Debatedores/as: J. Muniz Jr. (pesquisador, idealizador do Simpósio), Guga Stroeter (Sesc), Claudia Alexandre, Carlão do Peruche, Stéfanis Caiaffo (Unifesp), Diósnio Neto (USP), Rubens Gordinho
Mediação: Nanne Bonny,

21h30 – Apresentação
Local: Quadra da União Imperial
Nei Lopes
Velha Guarda da União Imperial
Bateria Balanço Verde e Rosa

2 de dezembro (sábado)

6h – Alvorada
Local: Quilombo do Pai Felipe
Alvorada do Samba
Exposição “60 anos de Dia do Samba”

13h – Dia do Samba – Apresentações
Local: Lagoa da Saudade
Macaco Velho
Samba da Mangueira e Convidados
Memórias do Samba Santista

3 de dezembro (domingo)

14h – Mesa “Responsabilidade Social no Samba”
Local: Quadra da Unidos da Zona Noroeste
Debatedores/as: Marília Trindade Barboza, Sidnei do Terreiro de Mauá, Chapinha do Samba da Vela

17h – Roda de Samba
Local: Quadra da Unidos da Zona Noroeste
Samba de Terreiro de Mauá
Bateria Ritmo Perfeito da Unidos da Zona Noroeste
Chapinha da Vela e convidados

4 de dezembro (segunda-feira)

14h às 17h – Comunicações (trabalhos acadêmicos)
Local: Unifesp

19h – Mesa “Biografias – Como reunir memórias”
Local: Unifesp
Marcos Salles (Fundo de Quintal)
João Batista Vargens
Patricia Palumbo (Selo Sesc – Vozes do Brasil)

5 de dezembro (terça-feira)

9h às 12h – Comunicações (trabalhos acadêmicos)
Local: Unifesp

14h às 17h – Comunicações (trabalhos acadêmicos)
Local: Unifesp

19h – Mesa “Ocupando Espaços Públicos”
Local: Unifesp
Samba da Mangueira
Douglas Martins
Sandra Franco
Sérgio Moraes – Samba Sem Teto

6 de dezembro (quarta-feira)

9h às 12h – Comunicações (trabalhos acadêmicos)
Local: Unifesp

14h às 17h Comunicações (trabalhos acadêmicos)
Local: Unifesp

19h – Oficinas “A Memória está no Corpo”
Local: Unifesp
Inah Irenam (Sambografias Caboclas)
Jadir Muniz (Mestre Sala)

7 de dezembro (quinta-feira)

17h – Mesa “Samba e Sujeitos Periféricos”
Local: Quadra da X-9
Odair José Pereira (autor do livro “Não somos bandidos – Uma história da X-9 Pioneira”)
Spirito Santo (Do Samba ao Funk do Jorjão)
Luiz Espirito Santo (Cursinho da Portela)
Odair Dias Filho (Do Batuque a Batida – do Samba ao Funk como crônica da vida)
Danilo Symrot (O funk na batida: Baile, rua e parlamento- selo Sesc)
Moacyr Luz (Samba do Trabalhador)

21h30 – Show
Local: Quadra da X-9
Moacyr Luz e Macaco Velho
Velha Guarda da X-9, participação Gustavinho

8 de dezembro (sexta-feira)

18h – Show
Local: Quadra da Mocidade Independente de Padre Paulo
Lazir Sinval- Representante Jongo da Serrinha com Jongo Zabelê
Projeto Santo d’Casa, participação Sandro Simões
Coletivo Ojú Obá
Bateria Mocidade Independente de Padre Paulo

9 de dezembro (sábado)

15h – Show
Local: Praça do Aquário
Roda de Samba da Ouro Verde
Douglas Germano

O IV Simpósio Nacional do Samba é uma realização do Coletivo Memórias do Samba Santista, com apoio Universidade Federal de São Paulo, Campus Baixada Santista (Unifesp/BS), Laboratório de Musicologia da Escola de Artes e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo (ECA/USP), Sesc Santos e Instituto Histórico e Geográfico de Santos. O evento é contemplado por edital do Programa de Ação Cultural (Proac), do Governo do Estado de São Paulo.

Mais informações em <https://www.instagram.com/simposiodosamba/>.

  • Prefira o transporte público para os deslocamentos. Locais do evento são servidos por linhas de ônibus e VLT: União Imperial (linhas 13, 7 e 77); X-9 (linhas 8 e 80: VLT Estação Porto); Unidos da Zona Noroeste (linhas que servem o Rádio Clube); Padre Paulo (linhas 8 e 61); Unifesp (linha 8 e outras que servem a Conselheira Nébias); Lagoa da Saudade (linhas 13, 118 e 181); Quilombo do Jabaquara (linhas 61, 100, 118 e 181); Quilombo Pai Felipe (linhas que servem a Rangel Pestana); Aquário (linhas que servem a Ponta da Praia).

Imagem em destaque: arte de divulgação do VII Simpósio Nacional do Samba




CONTAMOS COM VOCÊ!
Para nos mantermos e continuarmos a produzir conteúdo útil.
Você pode nos ajudar. Você pode:
> Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
> Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
> Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 5 =