Pesquisadores da USP desenvolvem detector automático de fake news

Ferramenta já está disponível de forma experimental; inteligência artificial foi treinada para identificar sutilezas das mentiras


Por Ricardo Melo, especial para o Vi o Mundo | De São Paulo (SP)

Foram sete meses de trabalho para “ensinar” o computador a interpretar textos.

A fakenewsbr.com é uma plataforma de verificação que identifica informações falsas de forma automática.

O coordenador do projeto, professor Francisco Louzada, do Centro de Matemática e Estatística Aplicada a Indústria da Universidade de São Paulo (CeMEAI/USP), explica que o sistema usa algoritmos de inteligência artificial para identificar padrões comuns em notícias mentirosas.

“Identificamos palavras, expressões e estruturas comuns em notícias falsas. O texto mentiroso costuma apelar para a emoção do leitor, é opinativo e carrega um tom de urgência. Esses padrões, junto com algumas palavras que costumam sempre aparecer em textos enganosos, são os sinais que o computador localiza e classifica”, detalha o pesquisador.

COMO UTILIZAR

A ferramenta ainda funciona de forma experimental, mas já pode ser consultada por qualquer pessoa pelo endereço fakenewsbr.com.

Em menos de um mês vai estar pronta para a operação definitiva.

“Há uma expectativa de que as eleições deste ano sejam marcadas por muitas mentiras na internet. Essa ferramenta pode ajudar o brasileiro a separar as verdades das mentiras antes de tomar sua decisão”, acredita Louzada.

A inovação foi apresentada a peritos criminais de todo o Brasil durante o XXVI Congresso Nacional de Criminalística, realizado pelo Sindicato dos Peritos Criminais do Estado de São Paulo (Sincresp).

O professor explica que o sistema consegue ‘entender’ a informação, para identificar mentiras mesmo que o texto apareça reescrito ou editado em sites diferentes.

“Mesmo os sites campeões de fake news publicam cerca de 60% de conteúdo verdadeiro, como forma de confundir o leitor. O algoritmo analisa o texto completo e identifica as informações principais. Isso permite encontrar mentiras em qualquer notícia, mesmo quando essa fraude aparece em um pequeno trecho do texto”, explica Louzada.

TREINAMENTO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Para treinar a inteligência artificial, os pesquisadores alimentaram o banco de dados com mais de 7 mil notícias já verificadas e classificadas entre verdadeiras e falsas.

Depois foram selecionadas outras 99 mil notícias para a verificação. Essa segunda etapa foi uma espécie de “treino” para a máquina. O resultado foi de 96% de acerto, em média.


Imagem em destaque: interface de fakenewsbr.com




GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 9 =