Fundação Cultural Palmares, 30 anos para serem comemorados

Atividades em Brasília nesta semana celebram o aniversário da instituição governamental, criada em 1988 para promover e preservar a cultura afro-brasileira

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

Uma série de atividades nesta semana em Brasília, com entrada livre e gratuita, comemora os 30 anos de criação da Fundação Cultural Palmares.

Instituída a partir da Lei Federal 7668/1988, sancionada pelo então presidente José Sarney em 22 de agosto daquele ano, a Fundação Cultural Palmares surge “com a finalidade de promover a preservação dos valores culturais, sociais e econômicos decorrentes da influência negra na formação da sociedade brasileira”, conforme descreve o artigo primeiro do ato legal.

A criação da Fundação Palmares foi proposta pelo próprio Governo Sarney, mas é fruto é de décadas de mobilização de movimentos de defesa dos direitos dos negros, e do respeito à cultura afro-brasileira. Da sua origem até hoje, a Palmares é vinculada ao Ministério da Cultura.

Vale ressaltar que, em 1988, completavam-se 100 anos da abolição da escravatura (Lei Áurea).

Àquela altura também a sociedade brasileira estava engajada para finalizar e promulgar uma nova Constituição, que enterraria o entulho autoritário do período ditatória e trazia avanços em direitos humanos e políticas públicas em educação, saúde, assistência social e cultura, por exemplo.

PROGRAMAÇÃO

A programação de aniversário tem atividades na sede da própria Palmares e também no Espaço Cultural Renato Russo. Inclui exposição fotográfica, exibição de filmes, apresentação de capoeira, roda de samba, palestras e ligados à cultura, educação, religiosidade e culinária.

A abertura oficial das comemorações ocorreu na segunda-feira, dia 20, e a programação segue até sexta, dia 24. Tudo é aberto ao público em geral e tem entrada gratuita.

Atividades | Aniversário de 30 anos da Fundação Cultural Palmares

Data: de 20 a 24 de agosto
Local: Fundação Cultural Palmares (SCS Quadra 02, Bloco C, nº 256 – Ed. Toufic) e Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul)

Imagem em destaque: roda de capoeira na Serra da Barriga (AL), Dia da Consciência Negra (20/11), em 2017. Foto de Mateus Santana


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp ou telegram: 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 4 =