Os fatos de 2022 que precisam de ser cobrados em 2023

Atos antidemocráticos e atentados terroristas no Brasil; um liberou geral de agrotóxicos; crimes contra indígenas, sem terra, sem terra; racismo, feminicídio, lgbtqifobia, entre outros casos


Da Rede Macuco | De Santos (SP) e Curitiba (PR)

A avalanche de absurdos faz, a cada nova aberração, a gente sem querer se esquecer da anterior.

Balanços de final de ano servem para que não deixemos de cobrar providências e responsabilizações sobre cada um dos absurdos.

Por exemplo, em 2023 todos os envolvidos, sobretudo os “cabeças” e financiadores, nos atos antidemocráticos e atentados terroristas antes, durante e depois das eleições têm de ser descobertos e legalmente punidos.

Incluem-se nesse rol os empresários que promoveram assédio eleitoral contra trabalhadores, em favor do candidato da extrema direita, felizmente derrotado no voto popular.

Os crimes contra indígenas, quilombolas, sem terra, sem teto, bem como o assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips igualmente devem ter apuração e punição exemplares.

Cada caso de racismo, feminicídio, lgbqifobia, entre outras afrontas aos direitos humanos, carece da devida ação da Justiça.

O quanto e com que se gastou de orçamento secreto, e quem exatamente se beneficiou, são fatos que precisam de ser colocados à tona. Assim como tudo o que foi posto sob sigilo de cem anos tem de ser revelado.

Corporações, executivos e detentores de mandatos públicos promotores da liberação desenfreada de agrotóxicos, que estão a envenenar nossa comida, nossa terra e nossos rios, também não podem ficar impunes.

Estes são só alguns dos exemplos.

Fique você, leitor, leitora, à vontade para acrescentar, nos comentários, mais fatos de 2022 que precisam de ser cobrados em 2023.


Imagem em destaque: escola rural em Sinop cercada por lavoura de soja. Veneno jorrado ali atingiu 150 crianças. Foto: Fernando Martinho/ Repórter Brasil




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 2 =