Debora Bloch e a democracia no meio artístico

Atriz, que participa do Festival de Curitiba, falou ainda do papel da arte e do artista neste momento conturbado da vida nacional

| Por Wagner de Alcântara Aragão e Lindrielli Rocha Lemos

Passava do meio dia deste sábado, 1º de abril, quando Debora Bloch chegou ao terceiro andar do Memorial de Curitiba, Centro Histórico da cidade, para uma breve coletiva com os jornalistas. Horas depois – às 21h – Debora iria subir o palco do Teatro Bom Jesus para o espetáculo “Blank”, em que a cada sessão o texto é lido por intérprete diferente. Na véspera, a tarefa coube ao ator Eduardo Moscovis. Caio Blat, Camila Pitanga, Julia Lemmertz e Gregório Duvivier são os outros convidados, nos próximos dias.

Depois de explicar o quão inusitado seria aquela missão – “é uma construção coletiva, minha com o público. O que vai acontecer, não tenho a menor ideia” -, Debora foi levada a refletir e, principalmente, promoveu reflexão.

Perguntada pela Rede Macuco, primeiro, qual o papel cabe à arte e aos artistas neste momento conturbado da vida nacional e, depois, questionada por nós também se ela considerava o meio artístico um meio democrático, pausadamente, medindo bem as palavras, Debora Bloch fez questão de marcar posição.

Para a atriz, sim, a arte, os artistas, têm a função de defender direitos, de posicionar-se diante de incoerências da vida política, social, econômica. “Os artistas sempre tiveram papel de resistência, de luta pela liberdade. O próprio teatro é um ato de resistência. Teatro é o espaço livre para as ideias. É inevitável. Isso está ligado à função do artista.”

Por outro lado, ponderou Debora Bloch, o meio artístico é a síntese da sociedade, no sentido – conforme se pode inferir das palavras dela – de que um maior grau ou menor grau de democracia, maiores ou menos incoerências de uma sociedade vão se refletir no mundo artístico. “A gente é o que a sociedade é.” Ao mesmo tempo, o mundo das artes não é apenas um “espelho” do que é a sociedade em sua totalidade. “Os artistas têm postura à frente. São faróis para novas ideias.”

O espetáculo do qual Debora participa integra a programação do Festival de Curitiba, que promoveu a coletiva com a imprensa.

——–

GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você.
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho.
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: waajornalista@gmail.com

——–

Livro coletânea de post dos dez primeiros anos (2005-2015) do Macuco Blog. Clique aqui para obter um exemplar

Livro coletânea de post dos dez primeiros anos (2005-2015) do Macuco Blog. Clique aqui para obter um exemplar

 

2 comentários sobre "Debora Bloch e a democracia no meio artístico"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 7 =