É a Semana Mundial do Brincar

Atividades em todo o país ocorrem até domingo, dia 2, todas gratuitas. Respeito às diferenças é o tema da data neste ano

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

Ao mesmo tempo em que o momento não está para brincadeira, é preciso brincar um pouco para segurar o rojão.

Até porque brincar é um direito mundialmente reconhecido – está assegurado no artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas.

Há uma data internacional para lembrar isso – 28 de maio.

E, em dias que antecedem e sucedem essa data, ocorre em quase meia centena de países a Semana Mundial do Brincar.

Desde 2000, a Semana Mundial do Brincar tem a chancela da Unicef (o braço da Organização das Nações Unidas voltado à infância).

No Brasil, instituições públicas e não governamentais promovem uma quantidade gigantesca de atividades.

O Aliança pela Infância faz um apanhando dessa programação, dividindo por estado. Mas certamente aí na sua cidade deve haver algum evento dentro da Semana Mundial do Brincar que pode ter escapado a esse mapeamento da programação.

Procure informações na Prefeitura local, escolas, entidades como Sesc e Sesi, ou notícias em veículos de mídia da sua região.

Todo ano, a Semana Mundial do Brincar é baseada em um tema.

ABRAÇAR AS DIFERENÇAS

Em 2019, “O brincar que abraça a diferença” é o mote.

O Aliança pela Infância explica a importância do tema geral:

“A Semana Mundial do Brincar é uma iniciativa criada para celebrar o brincar livre como um meio que incentiva o desenvolvimento das crianças e as permite vivenciar sua criatividade e imaginação.

Se em 2016 o tema se voltou para as relações entre o brincar e o espaço; e em 2017 sua ligação com a ideia de tempo, em 2018 todo o Brasil e até a América Latina trataram do brincar que envolve o corpo e a alma.

Neste ano [2019] é hora de falar sobre a diversidade: de culturas, de povos, de costumes e de corpos e almas. Com o tema “O brincar que abraça a diferença”, a SMB 2019 – que ocorre entre os dias 25 de maio e 2 de junho -, busca possibilitar múltiplas reflexões sobre a brincadeira como território de convívio entre as diferenças. Afinal, as primeiras interações entre crianças acontecem durante vivências lúdicas.

Conviver, se relacionar e brincar com pessoas de realidades diferentes estimula o desenvolvimento da empatia que só o contato humano pode proporcionar.”

Imagem em destaque: crianças brincando em atividade em Belo Horizonte. Foto: Aliança pela Infância



GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 3 =