Muita arte no Festival de Curitiba

Gaby Amarantos, um dos shows. Fernanda Montenegro abre o evento, nesta terça, 28. Há programação gratuita e atrações para crianças também

| Da Assessoria de Comunicação do Festival de Curitiba

Começa nesta terça-feira, dia 28 de março, e se estende até 9 de abril a programação da 26ª edição do Festival de Curitiba. São mais de 350 atrações previstas, em manifestações culturais como teatro, dança e música, além de oficinas, encontro, debates e intervenções artísticas diversas. A organização espera um público total de 200 mil pessoas, 12% superior ao público registrado no ano passado.

A atriz Fernanda Montenegro é a convidada para abrir o evento, no ano que Fernanda Torres, Andrea Beltrão, Camila Pitanga, Caio Blat, Débora Bloch, Eduardo Moscovis, Júlia Lemmertz e Marcelo Serrado também subirão aos palcos do Festival com seus trabalhos atuais.

festival_de_curitiba_fernanda_torres

Especificamente na mostra, das 38 atrações, três são internacionais – Moçambique, Olympia e O Que Podemos Dizer do Pierre – e oito estreias nacionais: Blank, Eu Sou (show de Gaby Amarantos), Louca Pelo Cheiro do Mar e os cinco espetáculos que integram a II Curitiba Mostra. Além de Gaby Amarantos, Mart’nália apresenta seu novo show “+Misturado”. O Festival de Curitiba de 2017 receberá também o Movva – apresentações de cinco atrações de dança.

Moçambique, espetáculo internacional

Moçambique, espetáculo internacional

Nove espetáculos da mostra serão gratuitos: os cinco que compõem a II Curitiba Mostra e aqueles com apresentações em praças da cidade: Próspero e os Orixás, Nossa Senhora [da Luz], O Campeonato Interdrag de Gaymada e Involuntários da Pátria. A Curitiba Mostra reúne, mais uma vez, diversos artistas da cidade de Curitiba em espetáculos e performances inéditas e gratuitas, articulados pelos atores e diretores Nena Inoue e Gabriel Machado, idealizadores do projeto.

Já entre os encontros programados, está um com o diretor José Celso Martinez Corrêa, que vai conversar com o público no dia 4 de abril.

O mote da curadoria, feita pelo segundo ano pelos atores e diretores Guilherme Weber e Marcio Abreu, é “só me interessa o que não é meu”, frase retirada do Manifesto Antropofágico, de Oswald de Andrade. “O Brasil que se mostra em Curitiba, nesta edição, se reflete e se transfigura no repertório de algumas das maiores atrizes e criadoras brasileiras, também uma espécie de edição do Matriarcado defendido por Oswald, ousado e feminino”, explicam os curadores.

RECORTE

O Fringe, recorte do festival com participação livre, sem curadoria, e que completa agora 20 edições, terá 11 mostras especiais – uma delas portuguesa, com cinco espetáculos. Ao todo, são 303 montagens em cartaz, 45 delas com apresentações de rua.

No total, serão 66 espetáculos grátis no Fringe. Em outras 41 atrações, o público poderá pagar o que quiser, no conceito “pague quanto vale”, lançado ano passado pelo Ave Lola Espaço de Criação.

Os eventos simultâneos completam o leque de atrações do Festival: Gastronomix – com atrações gastronômicas -, MishMash – uma programação para a família -, o Guritiba – com espetáculos voltados para o público infantil – e o Risorama – com apresentações de stand upcomedy. O Guritibatraz os projetos sociais Olhar Atento, Teatro Portátil e Buzumque serão apresentados em instituições beneficentes para crianças. E também terá uma divertida feira de ciências, a Xperience.

SOBRE OS INGRESSOS

  • A venda dos ingressos será pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelo aplicativo do Festival (Festival de Curitiba 2017) e na bilheteria oficial do evento, no ParkShoppingBarigüi, com funcionamento das 11h às 23h, de segunda a sexta, no sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 14h às 20h.
  • Nesta edição, o espectador tem a opção de não retirar o ingresso impresso na bilheteria: os ingressos comprados pelo site terão um QR Code, que será enviado ao celular dopúblico e usado para a entrada nas peças e demais eventos do Festival.
  • Os ingressos para os espetáculos da Mostra custam entre R$ 40,00 e R$ 70,00 mais taxa administrativa (inteira). As apresentações que acontecem nas praças são gratuitas. II Curitiba Mostra e alguns eventos de rua também são gratuitos.
  • Os preços para os trabalhos do Fringe variam de gratuitos a R$ 60,00 (inteira), além da taxa administrativa.
  • O ingresso do MishMash custa R$ 40 (inteira) mais taxa administrativa.
  • O preço da entrada do Risorama é R$ 70 (inteira) mais taxa administrativa.
  • O Gastronomix custa R$ 10, mais taxa administrativa.
  • O Guritiba custa R$ 50 (inteira), mais taxa administrativa.
  • As taxas administrativas variam de evento para evento.

>>> Para conferir a programação completa e outras informações, acesse www.festivaldecuritiba.com.br.

——–

GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Contribuir com a nossa vaquinha virtual, pro custeio de despesas e investimentos em material, clicando aqui.
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Escreva pra gente: waajornalista@gmail.com

——–

O resgate do Carnaval de Santos contado em um livro reportagem. Clique aqui para obter um exemplar

O resgate do Carnaval de Santos contado em um livro reportagem. Clique aqui para obter um exemplar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 3 =