O universo esportivo sob o olhar da Revista Marta

De trabalho de conclusão de curso, edição piloto se torna veículo de mídia e disciplina em cursos de Comunicação da UFMG


Por Maria Carolina Martins, da UFMG | De Belo Horizonte (MG)

Elas ingressaram no curso de Jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com um projeto bem delineado: construir suas carreiras profissionais no jornalismo esportivo.

Era, sim, um sonho, mas Paola Laredo e Viviane Andrade tinham consciência de que esse ambiente, majoritariamente masculino, é refratário à presença feminina.

E decidiram discutir o fenômeno em seu trabalho de conclusão de curso, que deu origem à Revista Marta.

A iniciativa inspirou a professora Ana Carolina Vimieiro, do Departamento de Comunicação Social (DCS), vinculada ao grupo de estudos Coletivo Marta, a fazer dessa edição piloto o pontapé inicial de um projeto de ensino encampado pelo departamento.

A intenção é que, já no próximo semestre, sejam produzidas duas edições, como parte das atividades da disciplina Comunicação e Esporte, que será ofertada aos estudantes dos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

Um dos destaques da edição piloto da Revista Marta – o nome é uma clara homenagem à futebolista brasileira eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo – é uma pesquisa sobre assédio no esporte feita com torcedoras e profissionais.

Segundo Paola Laredo, em pouco tempo, cerca de 400 mulheres responderam ao questionário lançado na internet.

“E o resultado impressiona, apesar de não surpreender: 99% delas afirmaram ter sofrido assédio ou preconceito”, resume a jornalista.

Para a professora Ana Carolina Vimieiro, o projeto de Paola e Viviane é mais uma evidência do crescente interesse das mulheres pelo esporte, inclusive na academia.

Como exemplos, ela cita o livro-reportagem sobre torcedoras mineiras que concorre ao prêmio Expocom, o portal de notícias Minas em Campo, que cobre apenas o futebol feminino, e o projeto do Observatório das Desigualdades de Gênero no Esporte.

CONTRA PRECONCEITOS

Todas essas iniciativas, em certa medida, abordam questões como o preconceito e a dificuldade de inserção da mulher no ambiente esportivo – e oferecem respostas a essas questões.

“É importante avaliar, por exemplo, se é aceitável que 85% das notícias sejam sobre modalidades masculinas e que menos de 10% das notícias sejam assinadas por mulheres”, problematiza a professora.

LINHA EDITORIAL

O editorial da Revista Marta na edição piloto pontua com precisão os propósitos do novo veículo:

“Nosso maior objetivo é fazer jornalismo esportivo com responsabilidade social. Queremos um produto que vá além do factual, que fale dos grandes temas e que ouça fontes diversas. Queremos dar espaço, voz e visibilidade a quem normalmente não aparece e problematizar questões que ainda não são amplamente discutidas como deveriam ser.”


Imagem em destaque: página inicial da Revista Marta


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 6 =