Câmara e Senado põem em votação mudanças para que tudo fique como está

Só a pressão do eleitor e da eleitora brasileira sobre os deputados e senadores poderá barrar a aprovação de regras que inviabilizam a renovação na política. Confira como pressionar

Por Wagner de Alcântara Aragão, com informações da Agência Câmara e da Agência Senado

Estão na pauta desta semana na Câmara dos Deputados e no Senado propostas que “reformam” as regras na política brasileira. As mudanças, entretanto, tendem justamente a impedir que a política brasileira mude, de acordo com a avaliação de cientistas políticas com posicionamentos progressistas.

Na Câmara, está prevista para ser votada pelo plenário a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 77/2003. Essa proposta altera de quatro para cinco anos o tempo de mandato dos cargos eletivos (senadores, de oito para dez). E implanta também o chamado “distritão”, sistema que tem regras simples, mas que na prática complicam a política, porque facilitam a vida dos coronéis, dos candidatos com maior poder econômico, ou mais hábeis em conchavos e negociatas.

No Senado, o plenário prevê votar o Projeto de Lei do Senado (PLS) 206/2017, que implanta nova sistemática de financiamento público de campanhas, e o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 202/2015, que altera a propaganda eleitoral. Aqui está um ponto que, se aprovado, reduz ao máximo as chances de a política brasileira ser renovada: o projeto acaba com horário eleitoral gratuito nas emissoras de maior audiência, as comerciais. A propaganda terá de ser paga. Partidos pequenos e candidaturas sem recursos financeiros não vão conseguir se comunicar com a população. Só os partidos maiores e as candidaturas ricas, ou os candidatos que já exercem cargo e têm a máquina pública à mão, é que terão visibilidade e mais chances de continuar eleitos e mandando.

  • Procure aqui o deputado ou deputada em que você votou, para entrar em contato
  • Confira aqui a relação dos senadores, com respectivos e-mails para contato

Separamos três artigos que trazem argumentos contra o “distritão” proposto pelos deputados e contra outras mudanças cogitadas pelos atuais detentores do poder (como a implantação do parlamentarismo):


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp ou telegram: 41-99196-3498
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: waajornalista@gmail.com

Livro coletânea de post dos dez primeiros anos (2005-2015) do Macuco Blog. São textos rápidos, leves, que retratam momentos históricos nas áreas de cultura, esportes, política, economia, curiosidades. Clique aqui para obter um exemplar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 9 =