Sequência de feriados acende o alerta para segurança nas estradas

Respeito às leis do trânsito protege a si e aos demais; confira as recomendações da Polícia Rodoviária Federal


Por Pedro Peduzzi, da Agência Brasil | De Brasília (DF)

A Polícia Rodoviária Federal inicia nesta quarta-feira a Operação Semana Santa 2022 nas estradas do Brasil. A exemplo de todos os anos, a operação tem por objetivo promover a segurança nos deslocamentos pelas rodovias federais.

O efetivo será reforçado até domingo dia 17, de forma a aumentar o policiamento ostensivo.

Serão também implementadas ações em locais e horários nos quais as estatísticas demonstram haver maior incidência de acidentes graves e maior fluxo de veículos.

[Logo em seguida, entre os dias 21 e 24 de abril, devido ao feriado de Tiradentes, também haverá ações especiais]

Dicas de segurança

Atenção às regras de trânsito e cuidados com o automóvel são fundamentais para uma viagem segura.

“É importante que se faça a conferência dos itens de segurança do veículo, calibrando os pneus e observando os sulcos dos pneus, checando o bom funcionamento dos limpadores de para-brisas e testando o funcionamento da iluminação,como faróis, lanternas traseiras, setas, luzes de freio e ré”, assinala a Polícia Rodoviária Federal.

Cinto de segurança e cadeirinha

O uso do cinto de segurança é obrigatório a todos no carro: motoristas e passageiros, inclusive no banco de trás.

É também sugerido que os viajantes fiquem atentos para as regras de uso da cadeirinha para as crianças.

“É fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico”, orienta a Polícia Rodoviária Federal.

Descanso e pausas na viagem

A instituição pública também alerta para a importância de descanso do motorista.

“A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção. Eventuais paradas no acostamento devem ser feitas apenas em caso de emergência, com pisca-alerta ligado e triângulo a pelo menos 30 metros do veículo”.

Ultrapassagens só em trechos permitidos

As ultrapassagens proibidas são as grandes responsáveis pelos acidentes graves nos trechos de pista simples.

“Somente ultrapasse quando a sinalização permitir e quando tiver certeza de que a manobra é segura”.

Capacete

No caso de motociclistas, a instituição destaca a obrigatoriedade do uso de capacetes, tanto para o motoristas quanto para quem esteja na garupa.

“Sempre com a viseira baixa”, acrescenta, ao lembrar que a viseira evita que insetos, fumaça e poeira afetem a visão do condutor. São indicadas roupas como capa ou macacão impermeáveis, para o caso de chuvas, durante o percurso.

Chuvas

Como há previsão de chuva em algumas regiões do país, a Polícia Rodoviária recomenda aos motoristas que trafegam em locais com visibilidade reduzida ou pista molhada que ultrapassem apenas com segurança, evitando locais alagados e usando sempre o farol baixo.

É preciso também manter distância segura entre veículos em movimento e redobrar o cuidado em curvas e durante frenagens bruscas. É preciso ainda checar pneus e limpadores de para-brisas nessas situações, bem como manter os vidros desembaçados.

Como a visibilidade fica prejudicada em situações de chuva, a Polícia alerta para a necessidade de redobrar a atenção em locais de travessia de pedestres.

“Em caso de chuva forte, estacione seu veículo em local seguro”, complementa.

Álcool e direção

Um dos principais focos do patrulhamento rodoviário é combater a mistura de álcool e direção, motivo que, segundo o órgão, está entre as principais causas de acidentes de trânsito com vítimas.

“Quem bebe e dirige coloca em risco não só sua própria segurança, mas também a dos passageiros e a de terceiros”, lembra.

As equipes da polícia terão bafômetros à disposição.

“Dirigir sob o efeito do álcool reduz a capacidade de reação do motorista, colocando em risco a segurança de todos os usuários das rodovias. É preciso que toda a sociedade se conscientize de que beber e dirigir são atividades incompatíveis”, complementa.

Os policiais estarão atentos também com relação ao uso do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios.

O uso do celular ao volante é outro alvo da operação.

Motoristas de transporte de cargas deverão ficar atentos porque o trânsito “de veículos especiais” ficará restrito a algumas localidades para aliviar o trânsito.


Imagem em destaque: registro de operação realizada em 2021. Foto: Divulgação Polícia Rodoviária Federal




GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 4 =