Diferença de preços de ovos de Páscoa é absurda, constata pesquisa

Alternativa é substituir itens de marca por aqueles feitos por produtores artesanais. Além da economia e qualidade, ganha-se fomentando emprego e renda locais


Da Assessoria de Comunicação do Procon-SP | De São Paulo (SP)

O Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP comparou preços de produtos para Páscoa como caixa de bombons, ovos de Páscoa e tabletes de chocolates de diversas marcas, tipos e modelos.

A maior diferença encontrada foi de 223,64% no tablete de chocolate Meio Amargo 40% de 92 g da Hershey’s, que em um estabelecimento custava R$ 12,46 e, em outro, R$ 3,85. Diferença de R$ 8,61 em valor absoluto.

Entre os ovos de Páscoa, a maior diferença encontrada foi de 144,65% no Ferrero Rocher de 365 g. Em um estabelecimento o preço encontrado foi de R$ 178,35 e, em outro, R$ 72,90. Em valor absoluto a diferença foi de R$ 105,45.

BOMBONS

Nas caixas de bombons, a maior diferença foi de 96,54%: a caixa de Sortidos Garotices de 250g da Garoto custava R$ 16,49 em uma loja e, em outra, R$ 8,39, diferença de R$ 8,10 em valor absoluto.

Na comparação dos produtos comuns entre as pesquisas online de 2022 e 2021 constatou-se que houve, em média, acréscimo no preço médio nos bombons de 2,36%, nos tabletes de chocolate de 13,02% e, nos ovos de Páscoa de 19,53%.

O levantamento foi realizado em nove sites, no período de 14 a 17 de março. Foram pesquisados 81 itens entre caixa de bombons, ovos de Páscoa e tabletes de chocolates. Foram comparados os produtos encontrados em, no mínimo, três dos locais consultados.

Os especialistas do Procon-SP orientam o consumidor a fazer uma comparação entre os preços praticados por diferentes estabelecimentos, ainda que em lojas virtuais, considerando a relação qualidade, peso e preço do item a ser adquirido.

Nas lojas virtuais, é fundamental também comparar o preço do frete.

Produtos licenciados com personagens em geral têm um preço mais elevado, em face do repasse do custo deste licenciamento.

Ovos de Páscoa que trazem brinquedos em seu interior devem apresentar na embalagem a frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade”.

Também é obrigatória a indicação de faixa etária ou, se for o caso, frase que informe que não existe restrição.

SELO DO INMETRO

O brinquedo deve ter o selo do Inmetro na embalagem, identificação do fabricante ou importador (nome, CNPJ, endereço), instruções de uso e de montagem, quando for o caso, e eventuais riscos que possam apresentar à criança.

Se o momento for de orçamento apertado, vale lembrar que as caixas de bombons e tabletes de chocolates também podem substituir os tradicionais ovos de Páscoa, quase sempre apresentam preços mais atrativos.

NOTA DA REDE MACUCO

Uma alternativa para escapar da carestia dos itens de marca é preferir ovos de chocolate e bombons feitos por produtores artesanais da sua cidade.

Além de garantir e economia e levar artigo de qualidade, a preferência contribui para a geração local de emprego e de renda.


Imagem em destaque: ovos de Páscoa em comércio em São Paulo. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil




GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 4 =