Um financiamento popular para a agricultura familiar

MST vai em busca de captação de recursos, obtém R$ 17,5 milhões, e amplia reconhecimento da sociedade. Xuxa e Felipe Neto se engajam


Por Cláudia Motta, da Rede Brasil Atual | De São Paulo (SP)

Uma operação financeira promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) conseguiu captar mais de R$ 17,5 milhões em recursos que serão destinados ao financiamento da produção de alimentos agroecológicos, em áreas da reforma agrária.

Trata-se do programa de Financiamento Popular da Agricultura Familiar, o Finapop. Os recursos beneficiarão a produção de sete cooperativas e mais de 13 mil famílias assentadas.

“Os créditos, sejam para investimentos, para capital de giro ou custeio, são fundamentais como alavancas necessárias para esse processo de organização. Sem eles continuamos produzindo, mas transferindo valor para atravessadores e comerciantes. Perdemos nossos produtos que se dissipam sem nossa identidade e de nossas lutas”, afirma o agricultor Daniel Mancio, do setor de Produção do MST no Espírito Santo.

O sucesso da operação do MST no mercado financeiro deve render novos frutos.

Os agenciadores da captação de recursos, o economista Eduardo Moreira e o executivo João Paulo Pacífico, CEO do Grupo Gaia, afirmam que existe a expectativa de novos investimentos.

“Uma operação que teve 5 mil pessoas abrindo conta, interessadas em investir, e só 1,5 mil pessoas conseguiram investir. A corretora deve ter ficado sem conseguir atender todas as pessoas que pediram as contas”, afirma Eduardo Moreira. “Então, acredito que possa haver aí ao longo do próximo ano, ao longo dos próximos 12 meses, uma próxima operação dessa”, adiante.

O agricultor Daniel Mancio destaca a concepção do empreendimento: “O MST decidiu buscar, através de parcerias, condições melhores para financiamento da produção de alimentos saudáveis. Ao mesmo tempo, buscamos parcerias com pessoas que querem investir nesses projetos que são econômicos, mas que também devolvem politicamente um grande resultado: inclusão social, respeito à natureza. Pessoas que independentemente da quantidade que investem querem saber o que está sendo feito com seu dinheiro.”

XUXA E FELIPE NETO

A marca da solidariedade é um diferencial do MST. Desde o início da pandemia, o movimento já doou mais de 5 mil toneladas de alimentos saudáveis e 1 milhão de marmitas aos necessitados.

Agora, lançou uma campanha de cestas para o Natal que vai contar inclusive com a participação de famosos como Xuxa e Felipe Neto.

O “outro lado” finalmente compreendeu o papel do MST e a importância da agricultura familiar sustentável?

Para Daniel Mancio, parte da sociedade conhece o MST, sua produção e compreende o papel que desempenha na sociedade.

“Esse processo é histórico. A agricultura camponesa em geral cumpre um papel fundamental, e sem dúvidas em momentos como os que passamos isso se torna mais presente, mais claro. A solidariedade é uma virtude que inunda corações e apresenta um projeto de sociedade que acreditamos”, afirma.

“O MST é um movimento popular que tem uma base social muito grande. São cerca de 90 mil famílias acampadas e 450 mil assentadas que ao longo de quase 40 anos vêm conquistando terras e colocando essas terras para produzir não só alimentos para subsistência, mas dando função social a estas terras e produzindo alimentos saudáveis para a sociedade”, assinala Daniel Mancio.


Imagem em destaque: alimentos produzidos pelo MST sendo doados em campanha em Florianópolis. Foto: acervo MST.




GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 1 =