Inflação continua maior para as famílias mais pobres

inflação para famílias mais pobres - indicador do Ipea

Comida, gás de cozinha, energia elétrica e medicamentos pioram custo de vida para o povo. Mobilização de movimentos como MST minimiza efeitos


Da Assessoria de Imprensa do Ipea | De Brasília (DF)

O mais recente Indicador de Inflação por Faixa de Renda aponta que a inflação das famílias de renda baixa e muito baixa subiu 0,91%, em agosto.

Com isso, no acumulado do ano (janeiro a agosto) o índice alcançou 5,9% para os mais pobres.

Já no acumulado em 12 meses, a inflação para os mais pobres ultrapassou os dois dígitos: 10,63%.

gráfico do Ipea - inflação para famílias mais pobres

Alta nos preços atinge em cheio as famílias mais pobres

A disparada no preço dos alimentos, da energia elétrica, do gás de cozinha e dos medicamentos está piorando o custo de vida para as famílias de menor renda.

O estudo é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e foi divulgado no último dia 15.

Só em agosto, para as famílias com menor renda, os aumentos de preços das proteínas animais – especialmente do frango (4,5%) e dos ovos (1,6%) –, da batata (20%), do açúcar (4,6%) e do café (7,6%) representam a maior elevação do custo com alimentos.

indicador de inflação por faixa de renda familiar

A inflação no Brasil por faixa de renda familiar

A alta inflacionária do grupo de transportes deve-se principalmente aos reajustes de 2,8% da gasolina e de 4,7% do etanol, combinados com o aumento nos preços dos automóveis novos (1,8%) e dos serviços de aluguel de veículos (6,6%), mesmo com a queda de 10,7% das passagens aéreas.

ENERGIA E GÁS

O grupo de habitação foi o terceiro que mais influenciou todas as faixas de renda, puxado pelos aumentos de 1,1% da energia elétrica, de 2,7% do gás encanado e de 2,4% do gás de botijão.

Você pode conferir o estudo na íntegra clicando em https://www.ipea.gov.br/cartadeconjuntura/index.php/2021/09/inflacao-por-faixa-de-renda-agosto2021/


Imagem em destaque: mobilização do MST doa marmitas em Londrina, para famílias de baixa renda. Foto de Igor de Nadai/MST no Paraná




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 2 =