Queimadas na Amazônia destroem floresta e atacam a saúde

queimadas na Amazônia

Estudo mostra impactos inclusive nos indicadores de pandemia de covid-19 nos estados alcançados pela fumaça do fogo


Da Agência Fiocruz | Do Rio de Janeiro (RJ)

O Observatório Clima e Saúde do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Icict/Fiocruz), em parceria com a InfoAmazônia e a Universidade Federal do Acre, investe no projeto Engolindo Fumaça, um estudo dos impactos da poluição decorrente das queimadas amazônicas durante a pandemia de covid-19.

Os incêndios florestais e queimadas por desmatamento têm atingido níveis recordes nos últimos anos.

Em 2020, a combinação entre a pandemia de covid-19 e um dos ciclos mais severos de queimadas e desmatamento da Amazônia brasileira fez com que moradores de regiões atingidas pelo fogo estivessem mais expostos também ao risco de agravamento de pacientes com covid-19.

Segundo os resultados obtidos até o momento, a cada dia de exposição ao material particulado acima do patamar considerado seguro pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o risco de uma pessoa infectada por Sars-CoV-2 ser internada aumentava em 2%.

A fumaça das queimadas esteve relacionada a um aumento de 18% nas internações por covid-19 e de 24% em internações por síndromes respiratórias nos cinco estados com mais fogo da Amazônia durante as queimadas de 2020 (Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso e Pará).

Neste cenário, os moradores de Rondônia foram os mais afetados, havendo aumento em 66% as chances de dar entrada no hospital por complicações da covid-19 e 92% por síndromes respiratórias.

Já no Mato Grosso, municípios como Poconé e Cáceres, por exemplo, apresentaram mais de 80% de chances de dar entrada no hospital por complicações da covid-19 e 115% considerando todas as síndromes respiratórias.

Os resultados obtidos mostram a urgência na adoção de medidas de controle das ações de desmatamento e queimadas florestas no país, além de contemplar este aspecto na resposta à pandemia de covid-19.

Os detalhes – mais texto e infográficos – podem ser conferidos neste link, do InfoAmazônia: https://infoamazonia.org/2021/08/23/inimigos-invisiveis-fumaca-das-queimadas-agrava-covid-19-na-amazonia/.


Imagem em destaque: vista aérea de queimada na Amazônia. Foto da InfoAmazônia




GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco). Ou pelo Pix: redemacuco@protonmail.com
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 8 =