As inspirações de 2020 – para 2021 e por toda vida

Os mutirões do MST, o esforço de professores, pedagogas e estudantes para o ensino remoto, a atuação de artistas e o combate à devastação ambiental, entre outras


Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

Em meio ao caos de 2020, emergiram também iniciativas alentadoras.

Que merecem ser registradas.

Devem servir de inspiração para 2021.

Algumas delas:

———————————————-

– O trabalho do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para minimizar os efeitos da pandemia de covid-19. Mutirão de produção e distribuição de alimentos, máscaras, artigos de higiene foram – e continuam – a ocorrer em comunidades em todas as regiões do Brasil.

– Quem segue respeitando as medidas de prevenção à covid-19, como isolamento e distanciamento social e uso de máscara o tempo todo. Sabemos que nem todo mundo pode ficar em casa o tempo todo, mas o que vemos nas festas, na muvuca em praias, parques e shoppings é muita gente que tem, sim, o privilégio de ficar, contudo opta pela aglomeração. Os que não podem ficar, mas ficam quando podem; aos que podem, e reconhecem esse privilégio, demonstram consciência e respeito à vida de todos.

– A atuação consciente e responsável de estabelecimentos, principalmente pequenos negócios, em várias partes do país. Empreendimentos que, mesmo sabendo das perdas de receita, entenderam a necessidade de isolamento social, e não fizeram coro a grupos egoístas, que colocaram seus interesses acima da saúde da coletividade. Priorize, em 2021, o consumo nesses estabelecimentos conscientes.

– O esforço de professores, pedagogogas e estudantes para dar conta das aulas remotas, em cenário de exclusão digital, de crise socioeconômica, e desmonte de políticas públicas e direitos em educação, assistência social, saúde e transporte, principalmente.

– A dedicação de trabalhadores de serviços em essenciais, como saúde, abastecimento, transporte, logística, na prestação do atendimento com segurança e qualidade, mesmo com os riscos e as restrições.

– Artistas que dedicaram seu tempo a promover as famosas “lives”, proporcionando entretenimento em tempos tão difíceis.

– Pesquisadores das instituições públicas, que enfrentam cortes de verbas, o negacionismo e a perseguição ideológica dos que estão no comando do governo federal, e continuam a gerar conhecimento em prol da coletividade.

– Voluntários, militantes de causas indígenas, quilombolas, ribeirinhas e ambientais, que foram para a linha de frente combater a devastação ambiental incentivada pelas atuais autoridades federais, e minimizar a falta de assistência social e em saúde.

– Profissionais e estudantes de Psicologia que individualmente ou grupo prestaram atendimento remoto, voluntário, em assistência à saúde psicológica em tempos de confinamento.

——————————————–

Certamente há iniciativas inspiradoras que não estão nessa lista. Você pode acrescentar, nos comentários.


Imagem em destaque: ação do MST de combate à fome, na periferia de Porto Alegre. Foto de Maiara Rauber/MST


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 8 =