O que Benevicente pensa da figura do cronista. Por G.O.Aragão

“Um fofoqueiro metido a civilizado”. Mas da mata atlântica veio o “insight” para seguir adiante no relato


BENEVICENTE
Por Geraldo Oliveira Aragão | Do Rio de Janeiro (RJ)

Tenho poucas dúzias de leitores e sobre os quais não tenho o menor controle. Imagino que exista, um, pelo menos, que vai precipitar-se, como fazem muitos críticos ansiosos, a botarem gosto ruim em obras onde o artífice ainda não assentou o último adobe, dizendo que não sei grafar o vocábulo BENEFICIENTE; até sei, mas, quando cabe, escrevo BENEFICENTE.

De ordinário, o que se espera de uma nova geração de gente é que esteja alguns graus a frente da anterior e, neste mister, Benevicente é mais criativo que seus genitores, que aproveitaram pedaços dos seus nomes para batizar o rebento. É um sujeito sagaz nas suas apreciações e ácido em relação aos escritores do seu lugar.

Oriundo de um ex-distrito de Vassouras, no Estado do Rio de Janeiro, nos encontrávamos em férias em outro distrito, também pedaço da sesmaria da Sacra Família do Tinguá. Anunciei que faria uma crônica exaltando as belezas daquele recorte de mata atlântica, e ele não pestanejou para dizer o que pensa da figura do cronista: é um fofoqueiro metido a civilizado… se mete na vida de todo mundo…

Fiquei momentaneamente hesitante se faria ou não tal crônica, mas veio o “insight” e logo invoquei o povo da mata para me inspirar a ser um fiel intérprete daquele belo cenário, sob pena de ser um mau fofoqueiro e todos sairmos perdendo; fui ouvido e por isso saúdo a todos os moradores do Município de Engenheiro Paulo de Frontin, que ostenta mais de 50% de mata atlântica e onde encontrei parceria para aumentar a população do Rio, de modo sustentável.

G.O. Aragão – setembro de 2020


Imagem em destaque: Túnel Grande, trecho da Estrada de Ferro Central do Brasil que  liga Engenheiro Paulo de Frontin a Barra do Piraí, no Estado do Rio de Janeiro. Foto de Isabela Kassow/Mapa de Cultura Petrobrás-Secretaria de Estado da Cultura


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 8 =