Mulheres à Cesta: o desbravar do basquete feminino brasileiro

Projeto, que já conta com livro publicado, terá agora um documentário, a ser lançado neste domingo, dia 6 de setembro


Do Mulheres à Cesta | De São Paulo (SP)

“Mulheres à Cesta” é um projeto digital com o objetivo de tornar disponíveis ferramentas para a contínua construção da história do basquetebol feminino no Brasil.

A idéia da inciativa aconteceu em 2005, com a finalização da pesquisa de Claudia Guedes que originou o livro “Mulheres a Cesta: história do basquetebol feminino no Brasil 1892-1971”.

“Como pesquisadora, vivenciei muitas dificuldades para coletar a documentação necessária para o suporte da história a ser contada e para atestar as informações compartilhadas nas entrevistas que hoje compõem o livro. Sempre idealizei um aporte digital que reunisse fontes primárias e secundárias a disposição de qualquer pesquisador interessado na história do basquetebol feminino no Brasil”, declara, no site do projeto, Claudia Guedes.

No dia 6 de setembro, domingo, será lançado o documentário “Mulheres à Cesta”, pelo site do projeto (mulheresacesta.com.br).

Entrando no site, haverá um espaço “sala de cinema”, e comprando o ingresso (R$ 25) para assistir ao filme neste dia, o espectador ganha a versão e-book do livro.

————————————————-

CONFIRA A SINOPSE DO DOCUMENTÁRIO

“Mulheres à Cesta” é um documentário sensível que dá voz a histórias de mulheres excepcionais, que deram visibilidade ao basquetebol feminino nas décadas de 60 e 70 e que se tornaram responsáveis pela inclusão dessa modalidade esportiva nos jogos olímpicos, deixando um legado para as atletas que herdaram essa conquista e que, também, fizeram desse conhecimento a oportunidade de trazerem medalhas olímpicas, coroando os esforços das gerações anteriores.

Temos, ainda, a participação de outros personagens que contribuem, diariamente, para a visibilidade do esporte feminino, em constante luta para promover a divulgação dessa modalidade esportiva que, até o presente, ocupam apenas 4% das notícias esportivas.

O objetivo maior desse documentário é inspirar a geração atual de atletas do basquetebol feminino e as futuras, para que suas jornadas também sejam lembradas. Por último e mais importante, para que possamos reconhecer essas mulheres como celebridades de um feito que cobrou esforço, dedicação e amor.

Sem este time, nenhum jogo do Mulheres à Cesta seria possível:

Norma Pinto de Oliveira: colaboradora, assistente de produção
Marisa Bittelbrunn: Assistente de locação
Magic Paula: Assistente de Produção e apoio
Simone: Criação, apoio e idealização
Miss Lilly: Direção de Criação, Artes e Digital Marketing

————————————————

O documentário “Mulheres à Cesta” é a realização de um projeto que nasceu de uma conversa de Claudia Guedes com Silvia Spolidoro, em 2015. “Foi quando sonhamos com a transformação, em audiovisual, do livro”, ressaltam.

A convite de Silvia, Helen Suque integrou a equipe em 2016, e foi a pessoa chave para destrinchar orçamento, pessoal, locação de filmagem, agenda e outros, além, obviamente, de assinar roteiro e direção com Silvia Spolidoro.

“Nossa equipe ao longo do processo foi agregando outros sonhadores e tivemos a certeza de que, quando se sonha só, é só um sonho, mas, quando se sonha junto, tudo se torna realidade”, sublinha texto de divulgação no site.


Imagem em destaque: reprodução da página inicial do site


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 5 =