Mostra Arandu: filmes para conhecer povos e costumes

Evento vai de 24 de agosto a 16 de outubro, online, e inclui uma série de atividades, abertas ao público. Confira programação


Por Deise Marques, da UFPB | De Rio Tinto (PB)

A 3ª Mostra Arandu de filmes etnográficos, promovida pelo curso de Antropologia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do grupo de pesquisa em Antropologia Visual, Artes, Etnografia e Documentários, será on-line e começa nesta segunda-feira (dia 24).

Serão oito semanas de imersão no mundo da antropologia visual, até 16 de outubro.

Na programação da mostra, que conta com parceria do Comitê de Antropologia Visual da Associação Brasileira de Antropologia, haverá 41 filmes, conferências, debates, oficinas, minicursos e outras surpresas.

Todas as atividades são abertas ao público.

Os filmes foram selecionados por uma curadoria compartilhada entre profissionais do grupo de pesquisa em Antropologia Visual, Artes, Etnografia e Documentários da UFPB, com atividades no campus IV, em Rio Tinto e Mamanguape, no Litoral Norte paraibano, e uma rede nacional de grupos de pesquisa de diversas universidades.

De acordo com a organização da mostra, um dos principais objetivos do evento é aprofundar o debate sobre ensino e aprendizado. Por esse motivo, há obras produzidas em contextos de formação nos níveis de graduação e de pós-graduação.

Arandu, termo tupi-guarani que remete ao olhar e à sabedoria, é o nome do Laboratório de Antropologia Visual do campus da UFPB em Rio Tinto e Mamanguape, onde a mostra nasceu em 2016 e foi batizada pelos integrantes do grupo de pesquisa da federal paraibana.

Os filmes da mostra poderão ser conferidos através do canal do laboratório no Youtube.

O grupo de pesquisa é coordenado, atualmente, pelos antropólogos e professores Oswaldo Giovannini e João Martinho de Mendonça, organizadores da mostra deste ano.

“A cada ano que passa, a Mostra Arandu se torna mais abrangente e hoje representa um importante espaço de exibição de filmes etnográficos contemporâneos no Brasil”, afirma Giovannini. “Nosso Laboratório possui uma história cujas raízes nos levam à própria história do cinema na Paraíba”, comenta Mendonça.

A Mostra Arandu é um projeto de extensão da UFPB e também conta com o apoio do Departamento de Ciências Sociais do Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) e da Pró-reitoria de Extensão da UFPB.


Imagem em destaque: cena de “O grafismo potiguar”. Foto de João Vítor Velame


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 9 =