Quem mandou matar Marielle? E por quê?

São dois anos sem respostas sobre o crime – um atentado a vidas humanas, à democracia, ao processo civilizatório. Sábado haverá ações de protesto.


Do Instituto Marielle Franco | Do Rio de Janeiro (RJ)

Já são dois anos sem respostas sobre quem mandou matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, e por que.

Durante o mês de março, o Instituto Marielle Franco convida todas as pessoas que querem um país mais justo e um futuro diferente para as próximas gerações a se organizarem e a realizarem alguma ação coletiva.

Pontualmente neste sábado, 14 (o assassinato de Marielle e Anderson foi em 14 de março de 2018), ocorre o Dia de Ações por Marielle e Anderson (14M).

Em razão da pandemia de coronavírus, as atividades sofreram alterações.

A projeção para os próximos dias é que os números de contaminação cresçam exponencialmente, no Brasil.

Diante dessa situação, conversamos com especialistas em saúde pública para tomar a decisão se deveríamos ou não manter, da maneira que pensamos, o Dia de Ações por Marielle e Anderson.

Aqui no Brasil, nós temos o Sistema Único de Saúde, o SUS, que é um patrimônio do nosso país, mas que vem sofrendo ataques e tentativas de sucateamento sistematicamente em benefício das redes privadas.

O número de pessoas contaminadas com o vírus nos próximos dias, deverá ser muito maior do que a quantidade de leitos disponíveis dos hospitais.

Isso quer dizer que serão as pessoas mais pobres, em geral mulheres, pessoas negras e moradoras de favelas e periferias, que mais estarão vulneráveis ao vírus que ainda não tem vacina.

Marielle passou a sua vida lutando para defender a vida de todas as pessoas, principalmente dessas pessoas que não têm os seus direitos garantidos.

Pensando em tudo isso e na nossa responsabilidade enquanto Instituto Marielle Franco de não aumentar o risco de contaminação, decidimos alterar a programação do nosso Dia de Ações por Marielle e Anderson, cancelando as atividades que reuniriam grandes quantidades de pessoas.

É uma notícia que nos deixa muito triste em comunicar, pois sabemos da importância de estarmos juntas nesse dia para manter viva a memória, a luta e o legado de Marielle. Para mostrarmos que o nosso grito por justiça segue cada vez maior.

Achamos importante compartilhar que ao tomar essa decisão, nós do Instituto Marielle Franco, também sofreremos com o prejuízo de desmobilizar um evento tão grande apenas 48 horas antes da sua realização. Também esperávamos alcançar mais apoios para a nossa campanha de financiamento coletivo para que consigamos realizar as nossas primeiras ações, como a Escola Marielles, a Plataforma do Legado de Marielle e a criação de um Centro de Memória e Ancestralidade Permanente, já que a Casa Marielle é um espaço temporário que acontecerá só até o final de março.

Mas queremos e precisamos que o 14M continue sendo gigante!

Assim, para a programação, no mundo inteiro, convidamos todas as pessoas a começarem o dia 14M colocando algum pano, lenço, faixa amarela ou girassol na sua janela. Quem se sentir confortável também pode amanhecer alguma praça mais próxima da sua casa com cartazes e faixas sobre Marielle.

Confira [clicando aqui] acréscimos à programação que acontecerão no decorrer desta sexta-feira, 13 de março.

Agradecemos a compreensão e apoio de todas e pedimos que ajudem a replicar esse comunicado para todo mundo que vocês conhecem.


Imagem em destaque: ato no último dia 9, no Rio de Janeiro. Foto de Mayara Donaria/ Twitter do Instituto Marielle Franco


GOSTOU DO MACUCO?
Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:
  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 3 =