O melhor da viagem é a demora, mostra o Valongo Festival

Exposições, palestras, oficinas e shows compõem a programação do evento, em Santos. Haverá transporte gratuito para quem estiver em São Paulo.


Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

O Valongo Festival Internacional da Imagem chega à quarta edição neste fim de semana – dias 8, 9 e 10 de novembro – transformando o histórico bairro do Valongo, ao pé da Serra do Mar, em Santos, em um caldeirão de atrações, vivências, experimentações e pesquisas artísticas e culturais.

E vai também se firmando como um dos festivais de cultura mais efervescentes do Brasil.

São dezenas de atividades – exposições, palestras, oficinas, shows – em três dias de evento.

O melhor: a democratização do acesso. Todas as atividades têm entrada gratuita.

O Valongo Festival é palco para manifestações de gente de toda a parte do mundo – inclusive e sobretudo para artistas locais.

Para quem estiver no alto da Serra do Mar, a organização oferece transporte por ônibus, gratuito, ida e volta, para São Paulo capital. Saída às 10h do Terminal da Barra Funda, e retorno às 20h.

O Valongo Festival Internacional da Imagem foi criado em 2016, e vem sendo realizado anualmente, resistindo à onda de retrocessos que tem sufocado produções culturais.

Para a edição deste ano, o mote é o provérbio “O melhor da viagem é a demora”.

Quem relata a origem do tema é curadora do Valongo Festival, Diane Lima, em texto publicado no site do evento:

“O Valongo Festival Internacional da Imagem 2019 investiga o potencial visionário das imagens criadas a partir do nosso conhecimento incorporado e comum. Foi como um conselho de despedida que ouvi pela primeira vez da irmã da minha mãe, minha madrinha Darlúcia, que ‘O melhor da viagem é a demora’. O ensinamento a ser decodificado na jornada que eu teria pela frente, carregava como principal segredo o fato de que a única maneira de entendê-lo seria na experiência vivida: como todo provérbio, só se compreende o que foi dito performando e vivendo e só se pode dizê-lo, o tendo atravessado e aprendido (…) O convite que fazemos é para vermos e vivenciarmos, nessa comunidade temporária que é o Valongo, os conhecimentos incorporados em nossas presenças, pois é só através de um estado consciente na duração do tempo que o nosso pensamento é livre.”

A programação completa está no site do Valongo Festival: valongo.com.


Imagem em destaque: a artista Malu Avelar, uma das expositoras do Valongo Festival. Foto: @valongofestival


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 8 =