A avalanche nordestina no Brasileirão

Semifinal da série C tem três times do Nordeste, que já garantiram vaga na segunda divisão do nacional em 2020. Disputa agora é pelo título.

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

A Série C do Brasileirão é futebol raiz.

A terceira divisão do nacional mobiliza equipes em várias regiões do país; clubes de forte tradição local e apoio popular, reveladores de talentos e casa de atletas já consagrados, lotam estádios, mexem com sentimentos.

Pois a Série C está na reta final, e é o Nordeste que está com a bola toda.

Entre sábado, dia 7, e esta segunda-feira, dia 9, ocorreram os jogos de volta das quartas de final.

Rodada que definiu os semifinalistas, porém mais que isso: definiu os quatro times que vão disputar a série B no ano que vem.

Desses quatro, três são nordestinos: Confiança (SE), Náutico (PE) e Sampaio Corrêa (MA). A outra equipe classificada é o Juventude (RS), que venceu outro do Nordeste que estava no páreo, o Imperatriz (MA).

Jogadores, comissão técnica e principalmente os aficionados fizeram merecida festa.

Até porque as vagas foram conquistadas em partidas acirradíssimas.

O Sampaio Corrêa, depois de empatar sem gols com o São José-RS lá nos pampas, em casa precisou fazer 3, contra os 2 do adversário, no sábado, para seguir adiante na competição.

Também no sábado, o Confiança, que em Aracaju havia vencido o Ypiranga-RS por 1 a 0, estava tomando o troco no Colosso da Lagoa, em Erechim, quando aos 40 minutos empatou. E então foi só segurar o resultado e sacramentar o acesso à Série B.

O Confiança volta à segunda divisão depois de 27 anos. O estado de Sergipe não tinha um representante na série B desde 2001 (o arquirrival Sergipe).

O zagueiro Anderson, que é sergipano de Lagarto, mais do que ninguém tem noção do feito alcançado:

Já no domingo, o Náutico, que vinha de empate em zero a zero com Paysandu (PA), em Belém, não conseguiu superar o adversário no tempo normal (2 a 2), mas nos pênaltis despachou o Papão da Curuzu, e a torcida alvirrubra foi ao delírio no Estádio dos Aflitos.

Como disse o zagueiro Anderson no áudio acima, a festa foi boa e justa, mas todo mundo quer ir além.

O objetivo agora é lutar pelo título. Levantar o troféu de um campeonato tão equilibrado como é o Brasileiro é glória e honra para clubes, jogadores e torcedores.

Para acompanhar essa reta final, recomendamos:

Imagem em destaque: torcida do Náutico, no Estádio dos Aflitos, no domingo. Por Paulo Paiva/CBF


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 3 =