Das mais antigas do Brasil, biblioteca no Maranhão é referência

Benedito Leite, na capital, tem 140 mil exemplares nacionais e estrangeiros, além de raridades como manuscritos do século XVI, jornais do século XIX. Há 1.047 títulos em Braille

Da Agência de Notícias do Maranhão | De São Luís (MA)

Com muitas razões para comemorar, a Biblioteca Pública Benedito Leite completou 188 anos de fundação na última sexta-feira, 3.

Recentemente incluída entre as 15 mais bonitas do Brasil e localizada em área revitalizada no centro de São Luís (o que realçou ainda mais a beleza do seu prédio estilo neoclássico), a instituição se destaca pela raridade de seu acervo, referência em acessibilidade, e como disseminadora de cultura em todo o estado.

Com diversos projetos em andamento, a Biblioteca realiza periodicamente ações de incentivo à leitura, à literatura e ao livro, além de promover exposições, sessões de cinema, visita guiada entre outras atividades. Está entre as casas de cultura mais visitadas com média mensal de 8 mil visitantes.

O acervo digital possui raridades como os 800 manuscritos (o mais antigo de 1539), 558 jornais, incluindo edições que circularam até o século XIX, as mais procurada por pesquisadores. No total são mais de 3 mil documentos digitalizados, entre manuscritos, obras raras e jornais.

Outro avanço nos últimos anos é o crescimento do número de novos leitores mesmo em tempos de internet. “O resultado é refletido no quantitativo de novas carteiras de usuários, no número de visitantes, no acesso ao acervo digital, na frequência diária aos espaços, principalmente nos destinados a crianças e jovens”, informou a diretora da BPBL, Aline Nascimento.

Na área de acessibilidade, a Biblioteca possui um acervo de 1.047 títulos de livros impressos em Braille, audiolivros, filmes e livros em formatos acessíveis e equipamentos de tecnologia assistiva.

A BPBL também coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas atuando na perspectiva de integrar as bibliotecas existentes em vários municípios do Maranhão. “Um bom exemplo são as unidades revitalizadas da rede Farol do Saber, em diversas cidades maranhenses elas estão transformando os espaços de leitura em centros culturais, oferecendo à comunidade oficinas de leitura, apresentações musicais, saraus de poesia e outras atividades socioeducativas e recreativas”.

A Biblioteca Pública Benedito Leite (1831) está, junto com a Biblioteca do Mosteiro de São Bento (1581-1582), em Salvador, e com a Biblioteca Nacional (1808-1810), no Rio de Janeiro, entre as mais antigas do Brasil.

O acervo da biblioteca maranhense soma mais de 140 mil exemplares nacionais e estrangeiras, formado principalmente por obras raras e a mais completa coleção de jornais maranhenses.

Imagem em destaque: a Biblioteca Pública Benedito Leite. Foto: Divulgação Governo do Maranhão



GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 5 =