Brasileirão: aos 60 anos, muito além do que mostra a Globo

Nacional começa neste fim de semana, nas séries A, B e C, e em maio, na série D. Ao todo, serão 128 clubes, 20 deles na primeira divisão. Mas na tv só dois terão a maior parte dos jogos transmitidos

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

O maior campeonato de futebol masculino do planeta começa neste fim de semana (27-28 de abril): o Brasileirão.

A temporada 2019, por sinal, marca os 60 anos de existência do Nacional, que ao longo da história já teve diversas nomenclaturas, formatos, regras de disputa e quantidade de participantes.

Há 13 anos, o Campeonato Brasileiro mantém, na primeira divisão (série A), a mesma regra e formato: pontos corridos, com 20 equipes.

Somando-se todas as quatro divisões, na temporada 2019 serão 128 times, assim distribuídos:

  • Série A, 20 clubes, em único grupo
  • Série B, 20 clubes, em único grupo
  • Série C, 20 clubes, em dois grupos
  • Série D, 68 clubes, em 17 grupos (primeira rodada só em maio)

Desses 128 times, apenas dois, porém, deverão estar presentes na absoluta maioria das partidas transmitidas pela televisão aberta: Corinthians e Flamengo.

A Rede Globo, que detém os direitos de transmissão da série A, não é de hoje prioriza a exibição apenas dessas duas equipes. Com seu poder econômico e sua audiência massificada, a Rede Globo resume o gigantismo e a diversidade do futebol brasileiro a dois clubes do eixo Rio-São Paulo.

Isso causa distorções financeiras, inclusive: os dois times recebem a maior parte da verba pelos direitos de transmissão. O restante fica para ser dividido entre os demais 18 da série A.

O prejuízo maior é o esportivo e cultural: partidas tecnicamente mais interessantes, torcidas dos mais variados cantos do país não aparecem no principal meio de comunicação de massa do país. A sociedade brasileira não enxerga toda a grandeza de seu patrimônio imaterial que é o futebol; é servida por uma visão enviesada dos interesses privados da emissora de televisão.

A continuar assim, e dentro de pouco tempo o Brasileirão vai se transformar modorrentos campeonatos de países europeus, dominados por no máximo meia dúzia de times.

Por enquanto, o equilíbrio ainda é a marca do Campeonato Brasileiro de futebol masculino.

Dos 20 participantes da série A, metade deles inicia com condições de disputar o título.

É verdade que, pelos investimentos ou desempenhos recentes, Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio e Corinthians estão um passo à frente dos demais.

No entanto, Santos, São Paulo, Internacional, Atlético/MG e Atlético/PR podem ser incluídos entre os candidatos ao troféu – a Rede Macuco os considera, ao menos.

Da mesma forma, na parte de baixo da tabela a disputa para escapar do rebaixamento à segunda divisão deverá ser ponto a ponto.

Evidentemente os recém egressos da série B tendem a ter mais dificuldades – Fortaleza, Avaí, Goiás e CSA. Mas, num torneio de 38 rodadas, podem empurrar outros clubes para as quatro últimas colocações.

Nesses 60 anos, o Nacional registra 18 clubes diferentes com conquistas de título. O primeiro foi o Bahia, em 1959. O mais recente (2018), o Palmeiras.

O time de Parque Antártica é, aliás, o detentor de mais troféus: dez. É seguido por outros três clubes paulistas: Santos (oito títulos), Corinthians (sete) e São Paulo (seis).

Confira a relação de todos os campeões brasileiros de futebol masculino e o Ranking Macuco do Nacional:

TODOS OS CAMPEÕES BRASILEIROS

1959 Bahia, campeão | Santos, vice
1960 Palmeiras, campeão | Fortaleza, vice
1961 Santos, campeão | Bahia, vice
1962 Santos, campeão | Botafogo, vice
1963 Santos, campeão | Bahia, vice
1964 Santos, campeão | Flamengo, vice
1965 Santos, campeão | Vasco da Gama, vice
1966 Cruzeiro, campeão | Santos, vice
1967 Palmeiras, campeão | Náutico, vice (Taça Brasil)
1967 Palmeiras, campeão | Internacional, vice (Torneio Roberto Gomes Pedrosa)
1968 Botafogo, campeão | Fortaleza, vice (Taça Brasil)
1968 Santos, campeão | Internacional, vice (Torneio Roberto Gomes Pedrosa)
1969 Palmeiras, campeão | Cruzeiro, vice
1970 Fluminense, campeão | Palmeiras, vice
1971 Atlético Mineiro, campeão | São Paulo, vice
1972 Palmeiras, campeão | Botafogo, vice
1973 Palmeiras, campeão | São Paulo, vice
1974 Vasco, campeão | Cruzeiro, vice
1975 Internacional, campeão | Cruzeiro, vice
1976 Internacional, campeão | Corinthians, vice
1977 São Paulo, campeão | Atlético Mineiro, vice
1978 Guarani, campeão | Palmeiras, vice
1979 Internacional, campeão | Vasco da Gama, vice
1980 Flamengo, campeão | Atlético Mineiro, vice
1981 Grêmio, campeão | São Paulo, vice
1982 Flamengo, campeão | Grêmio, vice
1983 Flamengo, campeão | Santos, vice
1984 Fluminense, campeão | Vasco da Gama, vice
1985 Coritiba, campeão | Bangu, vice
1986 São Paulo, campeão | Guarani, vice
1987 Sport, campeão | Guarani, vice
1988 Bahia, campeão | Internacional, vice
1989 Vasco da Gama, campeão | São Paulo, vice
1990 Corinthians, campeão | São Paulo, vice
1991 São Paulo, campeão | Bragantino, vice
1992 Flamengo, campeão | Botafogo, vice
1993 Palmeiras, campeão | Vitória, vice
1994 Palmeiras, campeão | Corinthians, vice
1995 Botafogo, campeão | Santos, vice
1996 Grêmio, campeão | Portuguesa de Desportos, vice
1997 Vasco da Gama, campeão | Palmeiras, vice
1998 Corinthians, campeão | Cruzeiro, vice
1999 Corinthians, campeão | Atlético Mineiro, vice
2000 Vasco da Gama, campeão | São Caetano, vice
2001 Atlético Paranaense, campeão | São Caetano, vice
2002 Santos, campeão | Corinthians, vice
2003 Cruzeiro, campeão | Santos, vice
2004 Santos, campeão | Atlético Paranaense, vice
2005 Corinthians, campeão | Internacional, vice
2006 São Paulo, campeão | Internacional, vice
2007 São Paulo, campeão | Santos, vice
2008 São Paulo, campeão | Grêmio, vice
2009 Flamengo, campeão | Internacional, vice
2010 Fluminense, campeão | Cruzeiro, vice
2011 Corinthians, campeão | Vasco da Gama, vice
2012 Fluminense, campeão | Atlético Mineiro, vice
2013 Cruzeiro, campeão | Grêmio, vice
2014 Cruzeiro, campeão | São Paulo, vice
2015 Corinthians, campeão | Atlético Mineiro, vice
2016 Palmeiras, campeão | Santos, vice
2017 Corinthians, campeão | Palmeiras, vice
2018 Palmeiras, campeão | Flamengo, vice

RANKING MACUCO DOS MAIORES CAMPEÕES*:

1º Palmeiras – 10 títulos e 4 vice-campeonatos
2º Santos – 8 títulos e 7 vice-campeonatos
3º Corinthians – 7 títulos e 3 vice-campeonatos
4º São Paulo – 6 títulos e 6 vice-campeonatos
5º Flamengo – 5 títulos e 2 vice-campeonatos
6º Cruzeiro – 4 títulos e 5 vice-campeonatos
7º Vasco da Gama – 4 títulos e 4 vice-campeonatos
8º Fluminense – 4 títulos e nenhum vice-campeonato
10º Internacional – 3 títulos e 6 vice-campeonatos
11º Botafogo – 2 títulos e 3 vice-campeonatos
12º Grêmio – 2 títulos e 3 vice-campeonatos
13º Bahia – 2 títulos e 2 vice-campeonatos
14º Atlético Mineiro – 1 título e 5 vice-campeonatos
15º Guarani – 1 título e 2 vice-campeonatos
16º Atlético Paranaense – 1 título e 1 vice-campeonato
17º Coritiba – 1 título e nenhum vice-campeonato
18º Sport Recife – 1 título e nenhum vice-campeonato
19º Fortaleza – nenhum título e 2 vice-campeonatos
20º São Caetano – nenhum título e 2 vice-campeonatos
21º Náutico – nenhum título e 1 vice-campeonato
22º Bangu – nenhum título e 1 vice-campeonato
23º Bragantino – nenhum título e 1 vice-campeonato
24º Portuguesa de Desportos – nenhum título e 1 vice-campeonato

*Critérios de desempate: 1) Número de vice-campeonatos; 2) Conquista mais antigas

Imagem em destaque: jogadores do Bahia, primeiro campeão brasileiro em 1959, comemoram o título estadual deste ano. Foto: Felipe Oliveira



GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 3 =