Tem maracatu pernambucano em território caiçara

A Mostra de Arte do 14º Cortejo Quiloa, com diversas atividades, termina domingo com desfile pelas ruas do Centro Histórico de Santos

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

O maracatu, música e dança de raízes africanas e que no Brasil tem Pernambuco como berço, estabeleceu bases no litoral paulista. Tanto que é de lá, mais especificamente de Santos, o primeiro grupo do gênero de fora do estado pernambucano a participar do Carnaval de Olinda e Recife.

É o Quiloa, fundado em 2003 e que desde 2005 anualmente desfila pelas ruas do Centro Histórico santista no pré-carnaval.

Neste ano, o Cortejo Quiloa será no dia 17, domingo, com concentração às 16h, na Praça Mauá.

Mas desde quarta-feira, dia 13, uma programação que inclui apresentações musicais, exposição e rodas de conversa ocorre em vários pontos da cidade. É a Mostra de Arte do 14º Cortejo Quiloa.

Todas as atividades são abertas ao público em geral, com classificação livre, e gratuitas.

O cortejo é no domingo, mas das últimas semanas para cá, o batuque e o ritmo do maracatu já vinham ecoando pelas vias estreitas do Centro Histórico de Santos, com os ensaios de rua – tanto diurnos, como noturnos.

Confira o que “Macuco” já publicou sobre o maracatu em território caiçara:

Imagem em destaque: parada do cortejo de 2016, nas escadarias do Paço Municipal. Por @waasantista


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 4 =