LBF, o Brasileirão do basquete feminino, cresce em 2019

Serão 11 equipes; destaque para, depois de oito anos, a presença de representante do Estado do Rio de Janeiro. Confira lista de todos os campeões brasileiros de basquete feminino, desde 1984

Por Wagner de Alcântara Aragão (@waasantista) | De Curitiba (PR)

Desde a temporada 2010/2011, o campeonato da Liga de Basquete Feminino (LBF) é o torneio nacional da modalidade. E o “Brasileirão” do basquete feminino vem crescendo.

Para 2019, serão 11 equipes – três a mais que os oito times que disputaram o campeonato em 2018. Em relação à primeira edição, são cinco clubes a mais.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da LBF, o regulamento para a temporada 2019 já está definido, aprovado pelos participantes e prestes a ser homologado. O calendário está sendo finalizado e será anunciado oficialmente em 6 de janeiro, quando o regulamento já terá sido, então, divulgado publicamente também.

A organização da LBF 2019 destaca, além da expansão do número de equipes participantes, a volta de um time representando o Estado do Rio de Janeiro. Há oito anos o nacional de basquete feminino não conta com representante fluminense.

As equipes que vão disputar a LBF 2019 são as seguintes:

  • EQUIPES QUE PARTICIPARAM EM 2018:
    BAX Catanduva-SP
    Blumenau-SC
    Ituano-SP
    Sampaio Basquete-MA
    Santo André/Apaba-SP
    São Bernardo/Brazolin/Unip
    Uninassau-PE
    Vera Cruz Campinas-SP
    NOVAS EQUIPES:
    LSB-RJ
    Pró-Esporte Sorocaba-SP
    Sesi Araraquara-SP

O equilíbrio que marcou a temporada 2018 deverá se repetir – e até se intensificar – em 2019. O Vera Cruz Campinas, atual campeão, segue como favorito. Mas tem o tradicIonal Santo André na cola – o time do ABC se sagrou campeão paulista em dezembro virando uma série final justamente sobre a equipe campineira.

Os dois representantes do Nordeste – Sampaio Correa (MA) e Unissau (PE) – também vêm para brigar pelo topo do pódio. Os times paulistas de Ituano e Sesi Araraquara, embalados pelo forte estadual, tendem a deixar acirrada a disputa pela LBF 2019.

HISTÓRIA DO NACIONAL

Desenvolver um campeonato brasileiro de basquete feminino forte e abrangente é uma luta antiga de atletas, técnicos e dirigentes mais comprometidos com a modalidade. Nos últimos anos, a LBF vem procurando cumprir esse papel. Embora o torneio esteja longe de mobilizar o esporte em todos as regiões do país, representou um salto em relação as competições que a modalidade tinha mesmo nos tempos em seus tempos áureos.

Mesmo assim, é de entristecer ver uma liga nacional com apenas nove clubes. Ou pior: ver que o maior campeão brasileiro de basquete feminino, Americana, não conseguiu montar um time para disputar o torneio em 2018.

Confira, a seguir, a relação de todos os campeões brasileiros de basquete feminino:

TAÇA BRASIL
1984: Prudentina (SP)
1985: Unimep (Piracicaba, SP)
1986: Unimep (Piracicaba, SP)
1987: Minercal/Sorocaba (SP)
1988: ADC BCN Piracicaba (SP)
1989: Divino Salvador/Jundiaí (SP)
1990-1991: ADC BCN Piracicaba (SP)
1991-1992: Consteca/Sorocaba (SP)
1993: Leite Moça/Sorocaba (SP)
1994: Ponte Preta/Nossa Caixa (SP)
1995: Ponte Preta/Nossa Caixa (SP)
1996: Unimep (Piracicaba, SP)
1997: Americana (SP)

CAMPEONATO NACIONAL DE BASQUETE
1998: Fluminense (RJ)
1999: Santo André (SP)
2000: Paraná Basquete (PR)
2001: Vasco da Gama (RJ)
2002: São Paulo/Guaru (SP)
2003: Americana (SP)
2004: Ourinhos (SP)
2005: Ourinhos (SP)
2006: Ourinhos (SP)
2007: Ourinhos (SP)
2008: Ourinhos (SP)
2009-2010: Catanduva (SP)

LIGA DE BASQUETE FEMININO
2010-2011: Santo André (SP)
2011-2012: Americana (SP)
2012-2013: Sport Recife (PE)
2013-2014: Americana (SP)
2014-2015: Americana (SP)
2015-2016: Sampaio Correa (MA)
2016-2017: Americana/Corinthians (SP)
2018: Vera Cruz Campinas (SP)

Imagem em destaque: enterradas do Jogo das Estrelas de 2018, evento que deverá ser repetido no decorrer da LBF 2019. Foto de João Pires/LBF


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 7 =