A vacinação antes da viagem de férias

Guia orienta sobre as doses obrigatórias e as facultativas, mas recomendadas, além de fornecer dicas para deslocamentos mais saudáveis

Por Heloisa Cristaldo, repórter da Agência Brasil | De Brasília (DF)

O Ministério da Saúde faz um alerta aos viajantes neste fim de ano: manter a caderneta de vacinação atualizada é fundamental para ter uma viagem saudável e tranquila.

Pelo menos dez dias antes da viagem, o turista deve atualizar a caderneta de acordo com as orientações do Calendário Nacional de Vacinação.

É preciso ficar atento também quanto aos destinos que exigem vacina antes do embarque.

Dentro do Brasil, o Ministério da Saúde ressalta que os viajantes devem dar atenção às vacinas contra sarampo, hepatites A e B, e a febre amarela.

Uma das doenças de maior risco de transmissão no verão é a febre amarela, com registro em áreas com grande contingente populacional desde 2017. Atualmente, mais de 4 mil municípios são considerados áreas com recomendação de imunização. A vacina contra a febre amarela é ofertada gratuitamente no Calendário Nacional de Vacinação, e apenas uma dose é suficiente para a proteção por toda a vida.

Outra vacina importante para quem for viajar é a contra o sarampo. Isso porque o Brasil enfrenta atualmente dois surtos da doença: no Amazonas, com 9.724 casos confirmados e, em Roraima, com 349. Também há registros de casos em São Paulo, no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, em Rondônia, Bahia, Pernambuco, no Pará, Distrito Federal e em Sergipe.

MEDICAMENTO DE USO CONTÍNUO

Outro alerta da pasta é direcionado aos turistas que necessitem de medicamentos de uso contínuo.

O viajante não deve esquecer a prescrição médica e precisa levar a quantidade suficiente para o período em que estará fora de casa. Além disso, é importante esclarecer que o Ministério da Saúde recomenda o uso de repelentes como medida de proteção para quem não pode se vacinar, como as gestantes que não podem tomar a vacina contra a febre amarela.

Imagem em destaque: vacina contra o sarampo. Foto de Marcelo Camargo/Agência Brasil


——–

 

——-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 5 =