Clássicos da Vera Cruz em cartaz na Cinemateca Brasileira

Mostra de filmes de um dos grandes estúdios do cinema nacional ocorre de 5 a 15 de julho, em São Paulo. A entrada gratuita

Da Cinemateca Brasileira | De São Paulo

A Cinemateca Brasileira, com sede na Vila Mariana, em São Paulo, promove de 5 a 15 de julho a mostra “Clássicos da Vera Cruz”. A programação resgata importantes produções do ambicioso empreendimento cinematográfico de Franco Zampari e Francisco Matarazzo Sobrinho, ao criar um sistema industrial de produção cinematográfica aos moldes dos estúdios hollywoodianos, em São Bernardo do Campo, no final da década de 1940. A Companhia Cinematográfica Vera Cruz funcionou até 1954.

São destaques da mostra o maior sucesso da produtora, O Cangaceiro, de Lima Barreto, vencedor dos Prêmios de Melhor Filme de Aventura e de Trilha Sonora no Festival de Cannes; Sai da frente, com a estreia de Amácio Mazzaropi na comédia de Abílio Pereira de Almeida; e Osso, amor e papagaios, adaptação de Carlos Alberto de Souza Barros e César Memolo Jr do conto “A nova Califórnia”, do escritor Lima Barreto.

Tônia Carrero, uma das grandes estrelas do estúdio e falecida em março deste ano, pode ser vista na comédia É proibido beijar, dirigida por Ugo Lombardi.

Além da programação na sala de cinema da Cinemateca, estes e muitos outros títulos estão disponíveis para serem vistos online no Banco de Conteúdos Culturais (BCC). O BCC é uma iniciativa da Cinemateca Brasileira, que desde 2009 torna disponível conteúdos digitais relacionados ao campo do audiovisual.

Os ingressos serão distribuídos na bilheteria uma hora antes de cada sessão por ordem de chegada, sujeitos à lotação da sala. Toda a programação tem entrada gratuita.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA “CLÁSSICOS DA VERA CRUZ”

Caiçara
05.07.2018
quinta-feira | SALA BNDES | 20h
15.07.2018
domingo | SALA BNDES | 18h

Sinopse: A jovem Marina se casa com um viúvo, proprietário de um sítio no litoral de São Paulo. Sua nova vida só lhe traz decepções: o marido vive de bebedeiras, e ela é constantemente assediada pelos homens do lugar. Uma nova paixão surge na vida da jovem ao conhecer um marinheiro. Primeiro longa-metragem de ficção da Companhia Cinematográfica Vera Cruz e estreia de Eliane Lage no cinema.

Direção: Adolfo Celi
Ano de Produção: 1950
Cromia: Preto e Branco
Duração: 85′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: Brasil
Elenco: Eliane Lage, Abílio Pereira de Almeida, Carlos Vergueiro, Mário Sérgio, Zilda Barbosa

É proibido beijar
06.07.2018
sexta-feira | SALA BNDES | 20h
14.07.2018
sábado | SALA BNDES | 21h

Sinopse: Eduardo, um reles cronista social de São Paulo se vê envolvido com June, a filha de um milionário norte-americano que chegara ao Brasil disfarçada de atriz hollywoodiana. Ao se apaixonar pelo repórter, June fica proibida de beijá-lo, caso contrário Steve, seu pai, perderá a aposta para o milionário Harry: a de viver cinco dias no exterior às custas de um homem, sem lhe dar um beijo sequer.

Direção: Ugo Lombardi
Ano de Produção: 1954
Cromia: Preto e Branco
Duração: 79′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: Brasil
Elenco: Tônia Carrero, Mário Sérgio, Zbigniew M. Ziembinski, Otelo Zeloni, Inezita Barroso

Sai da frente
07.07.2018
sábado | SALA BNDES | 19h
15.07.2018
domingo | SALA BNDES | 20h

Sinopse: Isidoro é um motorista dono de um caminhão cujo apelido é Anastácio. Seu principal amigo é um cão chamado Coronel. Certo dia, Isidoro é contratado para transportar alguns móveis de São Paulo para Santos, mas, durante a descida da serra, se envolve em inúmeras confusões.

Direção: Abílio Pereira de Almeida
Ano de Produção: 1952
Cromia: Preto e Branco
Duração: 80′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: BR/São Paulo
Elenco: Amácio Mazzaropi, Ludy Veloso, A.C. Carvalho

O Cangaceiro
07.07.2018
sábado | SALA BNDES | 21h
12.07.2018
quinta-feira | SALA BNDES | 20h

Sinopse: O bando de cangaceiros do capitão Gaudino semeia o terror pela caatinga nordestina. Com a intenção de pedir um alto resgate, eles raptam a professora Maria Clódia durante um assalto do grupo. Teodoro, lugar-tenente de Gaudino, apaixona-se pela professora. O forte amor entre os dois gera grande conflito no bando e Teodoro resolva libertá-la. Um dos grandes sucessos do cinema brasileiro, vencedor dos Prêmios de Melhor Filme de Aventura e Melhor Trilha Sonora no Festival de Cannes e distribuido para 80 países. Com diálogos de Rachel de Queiroz.

Direção: Lima Barreto
Ano de Produção: 1953
Cromia: Preto e Branco
Duração: 95’
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: Brasil
Elenco: Alberto Ruschel, Marisa Prados, Milton Ribeiro, VanjaOrico, Adoniran Barbosa

A família Lero-Lero
08.07.2018
domingo | SALA BNDES | 16h
14.07.2018
sábado | SALA BNDES | 19h

Sinopse: Comédia popular sobre um pacato funcionário público atormentado pelos inesgotáveis desejos de sua família que não quer saber de trabalhar. Para se livrar da esposa e dos filhos, dá um golpe e foge para o Guarujá, mas, é logo descoberto e preso. Na cadeia, transforma-se no temido bandido Rabo de Arraia. Baseado na peça de Raimundo Magalhães Jr.

Direção: Alberto Pieralisi
Ano de Produção: 1953
Cromia: Preto e Branco
Duração: 87′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: BR/São Paulo
Elenco: Walter D’Ávila, Marina Freire, Helena Barreto Leite, Luiz Linhares

O gato de madame
08.07.2018
domingo | SALA BNDES | 18h
14.07.2018
sábado | SALA BNDES | 17h

Sinopse: Engraxate se envolve casualmente com uma quadrilha de bandidos ao encontrar um gato perdido. A proprietária do gato oferece uma promissora gratificação a quem devolvê-lo. Prêmio Governador do Estado de São Paulo de Melhor atriz para Odete Lara em 1956. Montagem de Mauro Alice.

Direção: Agostinho Martins Pereira
Ano de Produção: 1956
Cromia: Preto e Branco
Duração: 85′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original:
País de Origem: BR/São Paulo
Elenco: Amácio Mazzaropi, Odete Lara, Carlos Cotrim, Roberto Duval

Osso, amor e papagaios
08.07.2018
domingo | SALA BNDES | 20h
13.07.2018
sexta-feira | SALA BNDES | 20h

Sinopse: Há dez anos não morre ninguém em Acanguer, pequena cidade do interior onde existe uma grande desavença política entre o prefeito, coronel Bentes, e o farmacêutico Bastos, líder da oposição. No dia em que a cidade comemoraria dez anos sem mortes, durante uma festa em que o povoado festeja a paz política entre o prefeito e o líder da oposição, o coveiro falece. Subitamente chega à cidade uma personagem estranha, toda vestida de preto. Seguem-se sucessivos óbitos.

Direção: Carlos Alberto de Souza Barros e César Memolo Jr
Ano de Produção: 1957
Cromia: Preto e Branco
Duração: 91′
Formato de Exibição: HDCam
Formato Original: 35mm
Título Original: Osso, amor e papagaios
País de Origem: BR/São Paulo
Elenco: Jaime Costa, Modesto de Souza, Wilson Grey, Jackson Souza, Renato Consorte

Imagem em destaque: cena de O Cangaceiro


GOSTOU DO MACUCO?

Ajude a gente a se manter e a continuar produzindo conteúdo útil. Você pode:

  • Ser um assinante colaborador, depositando qualquer quantia, com a frequência que for melhor pra você. Nossa conta: Caixa – Agência 1525 Op. 001 Conta Corrente 000022107 (Wagner de Alcântara Aragão, mantenedor da Rede Macuco; CPF 257.618.408-12)
  • Ser um anunciante, para expor seu produto, ou serviço que você oferece. A gente faz plano adequado à sua condição financeira, baratinho. Entre em contato pelo whatsapp ou telegram: 13-92000-2399
  • Para mais informações sobre qualquer uma das opções, ou se quiser colaborar de outra forma, escreva pra gente: redemacuco@protonmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*